Ave Maria Imaculada... Rezai o Terço todos os dias... Mãe da Eucaristia, rogai por nós...Rainha da JAM, rogai por nós... Vinde, Espirito Santo... Jesus, Maria, eu amo-Vos, salvai almas!

Natal

Como preparar o presépio por etapas na tua casa este ano

05-12-2023 Visualizações: 31

A árvore ornamentada é um símbolo natalício acolhido há séculos pelo cristianismo. São Bonifácio, provavelmente, foi o primeiro santo católico a usar a árvore neste contexto, ainda no século VIII. No seu trabalho de catequese junto aos druidas, que adoravam árvores de carvalho como símbolos da divindade, São Bonifácio começou a usar outra árvore, o abeto, porque a sua forma triangular ajuda a simbolizar a Santíssima Trindade e porque os seus ramos verdes apontam para o céu.

Quando as árvores de Natal começaram a tornar-se populares, houve preocupação com o carácter pagão da sua origem, mas as devidas contextualizações fizeram dela um símbolo arraigado com segurança na fé cristã. Aliás, o simbolismo da árvore é riquíssimo na nossa tradição: os nossos primeiros pais foram orientados por Deus a não comerem dos frutos de uma das árvores do Éden; Cristo pagou o preço altíssimo da nossa redenção, crucificado num tronco de árvore; os ramos verdes e as luzes que decoram a árvore natalícia evocam Cristo como a Luz Eterna que vem a um mundo envolto em escuridão… Apesar dos fortes matizes comerciais que a foram descaracterizando principalmente desde o século passado, a árvore de Natal é um símbolo válido para a vinda de Cristo ao mundo – mas é preciso que este simbolismo fique claro para as famílias católicas que a decoram nesta época.

No entanto, mesmo com esta validação contextual, a árvore de Natal não é, de forma alguma, o principal símbolo visual do Nascimento de Jesus.

O principal símbolo visual do Natal é o presépio!

Foi São Francisco de Assis quem montou em Greccio, na Itália, no ano de 1223, o primeiro presépio da história.

E foi um presépio vivo, com moradores da pequena localidade representando o Menino Jesus na manjedoura, Nossa Senhora, São José, os Reis Magos, os pastores e os anjos. Os animais também eram reais: o boi, o burrico, as ovelhas…

Não demorou para que esta piedosa iniciativa se espalhasse, transformando-se em costume natalício e dando origem aos presépios esculpidos, que se...

continuar a ler...

O presépio completa 800 anos neste Nata

05-12-2023 Visualizações: 54

São Francisco de Assis criou o primeiro presépio em 1223, dando início a uma das mais belas tradições natalíciasO Pobrezinho de Assis começou a recriar o nascimento de Jesus em 1223 – três anos antes de morrer. O local do primeiro presépio...

continuar a ler...

Descendência de David

05-12-2023 Visualizações: 30

Jesus é da descendência de David, segundo a Sua genealogia; e a Sua natureza divina torna-O maior que o seu ancestral patriarca.“David chama-O Senhor. Como, então, ele pode ser seu filho?”Da descendência de David, sim, pois Jesus tem um corpo....

continuar a ler...

Prepare-se para o Natal como se um rei fosse visitar a sua casa

14-12-2023 Visualizações: 50

Para vivenciar o Natal, não bastam presentes e decorações; precisamos de preparar também os nossos corações para a vinda do Rei de todos os reisÉ relativamente fácil preparar a nossa casa com belas decorações para a festa de Natal. Mas será...

continuar a ler...

Uma meditação para o Natal: o Céu desce à terra

14-12-2023 Visualizações: 77

 “Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens por Ele amados”. Com este cântico de louvor os Anjos anunciaram aos pastores o maior acontecimento de toda a história da humanidade. Convido-te, a conhecer um pouco mais este sagrado...

continuar a ler...

O que o Natal exige de nós?

26-12-2023 Visualizações: 21

É tão importante a celebração do Natal de Jesus, que se prolonga durante oito dias na sua Oitava, para que possamos desfrutar de tão grandes graças. Como disse São Leão Magno: “Não pode haver tristeza no dia em que nasce a vida; uma vida...

continuar a ler...

Quero um Deus que não me incomode

27-12-2023 Visualizações: 23

Quero um Deus que não me incomode! Esta é a fé moderna, de um Deus que cabe no bolso e na cabeça, previsível e permissível. Sem regras, mandamentos, nem pecados. “E apesar de conhecer o juízo de Deus que declara dignos de morte os autores de...

continuar a ler...

Regressar