Ave Maria Imaculada... Rezai o Terço todos os dias... Mãe da Eucaristia, rogai por nós... Rainha da JAM, rogai por nós... Vinde, Espirito Santo... Jesus, Maria, eu amo-Vos, salvai almas!

Temas de Formação

Ser baptizado ou não, faz diferença?

Ser batizado ou não, faz diferença? 

É através do Baptismo que participamos da Redenção que Jesus nos conquistou com o Seu precioso sangue. Tanto assim, que Ele disse aos Apóstolos, pouco antes da sua Ascensão ao Céu: “Quem crer e for baptizado será salvo, mas quem não crer será condenado” (Marcos 16,16).

Pelo pecado de Adão e Eva, a humanidade separou-se de Deus, e experimentou a danação, já que Deus é a fonte da vida do homem.

Jesus veio para “tirar o pecado do mundo” (João 1, 29) e repor o homem em comunhão com Deus.

E fez isto pela sua Paixão e Morte de Cruz, e deixou a Igreja e os Sacramentos para que esta salvação chegue a cada pessoa.

O Baptismo é exactamente este primeiro sacramento que nos faz “membros do Corpo de Cristo” (cf. I Coríntios 12, 27) e participantes dos Seus méritos. Assim, ser baptizado, é fazer parte de Jesus, é ser membro da Sua Igreja, é ser filho de Deus adoptado por Jesus Cristo, é ter o Céu por herança, e ter Maria como Mãe. Logo, ser baptizado faz muita diferença!

Ser baptizado é a maior graça que alguém pode receber na terra; por isso, a Igreja não quer que ninguém fique sem o Baptismo; e a criança, pela fé dos pais e padrinhos, deve ser baptizada quanto mais cedo melhor.

De todos os meus diplomas, nem mesmo o doutorado tem este valor; a Certidão de Baptismo é o mais importante!

Regressar