Ave Maria Imaculada... Rezai o Terço todos os dias... Mãe da Eucaristia, rogai por nós...Rainha da JAM, rogai por nós... Vinde, Espirito Santo... Jesus, Maria, eu amo-Vos, salvai almas!

Artigos

Quem é o actual Papa?

Quem é o actual Papa?

Papa é o título dado ao Bispo e Patriarca de Roma, supremo líder espiritual da Igreja Católica Apostólica Romana e também chefe do Estado do Vaticano.

O Cardeal Joseph Ratzinger escolheu Bento XVI por causa do fundador dos beneditinos.
No dia 2 de Abril de 2005, dia em que faleceu João Paulo II, pela manhã, ele estava no mosteiro, no monte Subiaco, na abadia de Santa Escolástica e dizia: "Nós precisamos de homens como Bento, que se aprofundou em Subiaco, para levar o mundo novo a todas as partes. Temos necessidade de homens cujo intelecto seja iluminado, e que Deus abra a sua inteligência para que fale à inteligência dos outros e que com o seu coração abra o coração dos outros. É de homens assim que a Igreja precisa."
E logo que foi eleito escolheu Bento XVI como nome de Papa.
O nome Bento vem do latim, e significa abençoar, santificar.
É um nome que designa um propósito de paz, de concórdia e de bênção, que apela à unidade, à convergência e à concórdia.
“Sou um humilde trabalhador na vinha do Senhor! O Senhor trabalha com instrumentos insuficientes!”   Foram estas as primeiras palavras do Papa Bento XVI.
O Papa Bento XVI sofreu na pele as injustiças e preconceitos diante das diferenças de culturas e crenças. Viveu a sua juventude no período da II Guerra Mundial e foi preso num campo de prisioneiros de guerra. A sua casa transformou-se numa espécie de quartel-general assim que souberam que ele era soldado alemão.


AOS PORTUGUESES:

Não tenhais medo de anunciar Cristo Ressuscitado, disse Bento XVI

"Saúdo cordialmente os presentes e ouvintes de língua portuguesa, com votos de todo o bem, e que Deus lhes conceda, como fruto da Páscoa de Cristo, a abundância dos dons do Espírito Santo! Cristo ressuscitou. É a este grande mistério que a liturgia dedica não apenas um dia, mas 50 dias, que corresponde a todo o tempo pascal, que se conclui com o Pentecostes. Maria Madalena e a outra Maria, narra São Mateus, visitaram o túmulo de Jesus que veio ao encontro das mulheres e lhes disse: «Não tenhais medo, ide anunciar aos meus irmãos»” Também a nós, hoje, tal como a estas mulheres que permaneceram junto de Jesus durante a sua Paixão, a ressurreição nos pede que não tenhamos medo em ser mensageiros do anúncio da ressurreição. Não há que ter medo de encontrar Jesus ressuscitado.

Esta é a mensagem que os cristãos são chamados a difundir a todos os cantos do mundo. A fé cristã não nasce do acolhimento de uma doutrina, mas do encontro com uma Pessoa, com Cristo morto e simples e convicto. E é urgente que homens e mulheres da nossa época conheçam e se encontrem ressuscitado. Na nossa existência quotidiana são tantas as ocasiões para comunicar aos outros a nossa fé de um modo com Cristo, e graças também ao nosso exemplo, se deixem conquistar por Ele.

Regressar