Ave Maria Imaculada... Rezai o Terço todos os dias... Mãe da Eucaristia, rogai por nós...Rainha da JAM, rogai por nós... Vinde, Espirito Santo... Jesus, Maria, eu amo-Vos, salvai almas!

Página Mariana

Santa Maria, Mãe de Deus. O correcto seria Mãe de Jesus

 Os cristãos sempre proclamaram que há um só Jesus e não dois.

No “Creio em Deus Pai”, oração que resume todas as verdades da nossa fé, nós proclamamos assim:

 “[…] Creio em um só Senhor, Jesus Cristo, Filho Unigénito de Deus, […] Deus de Deus, luz da luz, Deus verdadeiro de Deus verdadeiro, […] E por nós, homens, e para nossa salvação, desceu dos céus: e encarnou pelo Espírito Santo, no seio da Virgem Maria, e se fez homem.”

Os cristãos sempre proclamaram que há um só Jesus e não dois. Que o Jesus verdadeiro Deus e o Jesus verdadeiro homem é o único Jesus, nosso Redentor, nosso Salvador, a segunda pessoa da Santíssima Trindade. O Papa Bento XVI proclamou numa fórmula belíssima esta verdade, ao afirmar que Jesus é o rosto humano de Deus e o rosto divino do homem.

 “Como isto é possível?”, podemos perguntar. Como é possível que a criatura seja mãe do Criador? Pois é, a própria Nossa Senhora, diante do impossível que lhe pareceu ser mãe sem a colaboração de um homem, sendo virgem, ouviu do anjo que lhe dava esta missão a resposta: “O que é impossível para o homem é possível para Deus”.

É por esta e por muitas outras razões que nós, católicos, aprendemos a amar e a venerar Maria, a Mãe de Deus, que, por sinal, é nossa mãe também, porque sendo Mãe de Cristo, a cabeça da Igreja, é mãe também dos membros desta Igreja que somos todos nós.

Então, está certíssima a Igreja quando nos convida a invocar Maria como Mãe de Deus e não Mãe de Jesus. Com isto, proclamamos mais uma vez que Jesus é, ao mesmo tempo, verdadeiro Deus e verdadeiro homem.

Regressar