Ave Maria Imaculada... Rezai o Terço todos os dias... Mãe da Eucaristia, rogai por nós...Rainha da JAM, rogai por nós... Vinde, Espirito Santo... Jesus, Maria, eu amo-Vos, salvai almas!

Mais saúde

Vitamina D: como obter os seus benefícios

 

Vitamina D: como obter os benefícios desta substância

Esta vitamina é um nutriente e também um hormônio, que pode ser conhecido como Calciferol. O que muitos de nós não sabemos é que podemos obter este nutriente de duas formas: a principal fonte dá-se na formação endógena nos tecidos cutâneos – dentro da pele, após a exposição à radiação solar. A outra fonte alternativa, mas que não é tão eficaz como a primeira, é a dieta, a ingestão de alimentos ou suplementação, que supre apenas 20% das necessidades corporais.

Estamos acostumados a associar como função da vitamina D apenas a sua participação ativa no metabolismo ósseo, fixando o Cálcio nos ossos e dentes. Há décadas, profissionais de saúde pensavam que esta vitamina somente seria boa para manutenção de dentes e ossos saudáveis. No entanto, recentes avanços na ciência têm nos apresentado outras faces importantes desta vitamina, ao revelar o seu papel multifuncional para o bom funcionamento do corpo humano e a sua capacidade de reduzir o risco de doenças que antes não associávamos à sua ação.

Vejamos algumas das suas ações:

1. Auxilia a produção e liberação de insulina pelo pâncreas, responsável por controlar o açúcar no sangue;
 

2. Participa do processo de produção das células de defesa do nosso organismo, melhorando a imunidade;

3. Controla as contrações do músculo cardíaco, além de prevenir a fraqueza muscular do corpo;

4. Inibe, nos rins, a produção de uma enzima chamada renina, que está envolvida na produção de hormônios que aumentam a pressão arterial;

5. Acredita-se que pode prevenir doenças como Alzheimer e cancro da mama, visto que os pacientes portadores, na maioria dos casos, possuem baixas taxas desta vitamina.

O especialista em vitamina D, Dr. Michael F. Holick, traz-nos um importante ponto de atenção: “A Vitamina D é produzida pela pele em resposta à exposição e radiação ultravioleta da luz solar natural. Os saudáveis raios de luz solar natural que geram a vitamina D na nossa pele não atravessam o vidro, por isso, o nosso organismo não a produz quando estamos no carro, escritório ou dentro casa. É quase impossível conseguir quantidades adequadas de vitamina D a partir da dieta, por isso a exposição à luz solar é a única maneira confiável para o seu corpo dispor de vitamina D”.

Mesmo sabendo que a nossa principal fonte da Vitamina D é a que obtemos via exposição solar, precisamos de estar atentos ao consumo de alimentos que são fontes deste nutriente, para nos auxiliar a manter os níveis saudáveis desta vitamina no organismo:

Fontes principais e quantidade de Vitamina D

Leite fortificado – 1 copo 100 UI
Gema de ovo – 1 unidade 26 UI
Carne de algumas espécies de peixes (cavala, arenque e salmão, sardinha e atum) – 100g 88 UI
Fígado de boi – 100g 24 UI

OBS: A necessidade diária de vitamina para adultos é de 600 a 800 UI por dia.

Vamo-nos expor ao sol pelo menos 15 minutos por dia; além de procurar consumir as fontes alimentares de vitamina D para garantir todos os seus benefícios.

É preciso ir ao nutricionista e ao médico para fazer a avaliação dos níveis da vitamina no sangue, e avaliar a necessidade de se fazer a suplementação.


Regressar