Ave Maria Imaculada... Rezai o Terço todos os dias... Mãe da Eucaristia, rogai por nós... Rainha da JAM, rogai por nós... Vinde, Espirito Santo... Jesus, Maria, eu amo-Vos, salvai almas!

Mais saúde

PAPINHAS DE BEBÉ


Até os 6 meses de idade a criança deve alimentar-se exclusivamente do leite materno.

Depois dos 6 meses, pode ser iniciada a ALIMENTAÇÃO COMPLEMENTAR!

A alimentação complementar é assim chamada, justamente por ser uma alimentação que vai complementar o aleitamento materno, ou seja, é um processo em que se inicia a introdução dos alimentos para o bebé aos poucos, até que ele esteja preparado para se alimentar apenas de comida e parar com o aleitamento materno, que deve ser mantido até no mínimo 1 ano de idade.

Inicia-se a ALIMENTAÇÃO COMPLEMENTAR trocando 1 dos horários da mamada por um suco e aos poucos vai trocando outros horários de mamada (de preferência lanches) por outros sucos e/ou papinhas.


 É preferível que os primeiros alimentos a serem oferecidos sejam as frutas (inicialmente sob a forma de sucos), pois são adocicadas e possuem maior aceitação pelas crianças. As frutas devem ser oferecidas ao natural, para preservarem o seu valor nutritivo.

 

DICAS:

- Faça com que o bebé experimente diversos tipos de sucos e frutas;

- Ofereça a fruta sozinha, para que ele reconheça o sabor de cada uma. Depois que o bebé já conheça os vários tipos de frutas, tanto em sucos como em papas doces, já pode misturá-las.

- Não dê dois sucos diferentes no mesmo dia. Insista numa fruta por pelo menos 3 dias para observar se ela causa alguma reacção no bebé e porque os bebés levam um tempo para reconhecer e aceitar um novo sabor.

- Evite bater todos os alimentos juntos no início, cozinhe os legumes e faça papinhas separadas no prato, para que o bebé reconheça primeiro os sabores dos alimentos sozinhos.

- No início não utilize mais que quatro alimentos numa só papa salgada.

- NÃO DESANIME, é muito comum o bebé cuspir a papinha oferecida nas primeiras tentativas, não desista, é um reflexo comum dele e não significa que ele não vá gostar de comer. Repito, é importante insistir num mesmo alimento por pelo menos 3 dias.

- Não deixe os seus gostos particulares influenciarem a alimentação do seu filho. Ele pode gostar de muitos alimentos que não sejam do seu gosto. Por isso, sempre ofereça novos alimentos.

A alimentação complementar é a fase das descobertas dos sabores pelos bebés, por isso aproveite para oferecer os alimentos “in natura” e todos os tipos de frutas, verduras e legumes em formas de papinhas, amassadinhos e sopinhas (para os mais crescidinhos!).

 

 


Regressar