Ave Maria Imaculada... Rezai o Terço todos os dias... Mãe da Eucaristia, rogai por nós...Rainha da JAM, rogai por nós... Vinde, Espirito Santo... Jesus, Maria, eu amo-Vos, salvai almas!

Espiritualidade

A paz interior: como alcançar a tranquilidade emocional e mental

Escolher viver em paz é um movimento do espírito, uma atitude de vida e uma decisão

Paz, tranquilidade, equilíbrio e mente calma. Todos andamos em busca desse estado de harmonia.

Encontrar a paz interior não é uma questão de alcançar e manter um estado de apatia ou indiferença, mas sim de alcançar aquela paz interior que todos desejamos, da maneira correcta e concreta, enquanto permanecemos comprometidos com a vida.

Se ao menos entendêssemos que viver em harmonia está ao nosso alcance – mais do que costumamos imaginar – e que a serenidade não precisa de nos custar um cêntimo…

Há oito factores – ou atitudes – que nos podem ajudar a alcançar a tranquilidade e estabilidade emocional e mental. São delineados numa lista atribuída a um estudo da Duke University:

1. Viva livre de especulações constantes e evite viver num estado de desconfiança ou ressentimento. Alimentar o ressentimento é um factor determinante na vida de pessoas infelizes. Libere todo o vestígio de ressentimento; isso exigirá a mudança de qualquer atitude que você possa ter que não lhe permita avançar no caminho do perdão e, portanto, avançar no amor.

2. Evite viver no passado. Avance do presente para o futuro. Uma preocupação não saudável com erros e falhas do passado pode levar à depressão. Siga em frente, deixando o passado, para que possa realmente experimentar o presente de forma mais completa, no caminho para um futuro promissor.

3. Não perca tempo nem gaste energia com coisas que você não pode mudar. Você deve cooperar com a vida em vez de tentar fugir dela ou ir contra ela. Concentre-se no que você pode fazer, usando os seus dons e talentos, até atingir os seus objectivos. Não fique ligado a coisas que não estão nas suas mãos ou no seu poder para resolver; confie nos processos da vida. Faça o que puder, independente da nossa responsabilidade. Quanto ao resto… se você é um crente em Deus, você já sabe em que mãos colocar isso.

4. Permaneça envolvido no mundo em que você vive hoje e não se esconda disso. Não fique longe do mundo nem se torne um eremita ou um solitário, mesmo quando você passar por momentos emocionalmente difíceis. O mundo precisa de você! Perceba que não seria o mesmo sem você.

5. Quando a vida o faz passar por momentos injustos ou desafiadores, não permita que a autopiedade o domine. Aceite o facto de que ninguém passa pela vida sem um pouco de sofrimento e adversidade. Está nas suas mãos escolher se você quer ser o herói da sua própria história ou permanecer no papel de vítima. Sempre haverá problemas, mas haverá ainda mais soluções. Tudo o que não está em nosso poder para resolver, devemos deixar ir e seguir em frente, mas nunca ficar paralisado.

6. Cultive virtudes: amor, humor, compaixão e lealdade. Verdadeiras virtudes e valores não estão nas coisas que vêm e vão, elas permanecem estáveis. Elas reflectem a nossa dignidade como pessoas e o verdadeiro valor intrínseco dentro de cada um de nós.

 

7. Tenha expectativas realistas em relação a você mesmo. Temos que ser muito realistas sobre as nossas próprias habilidades, dons e talentos e, acima de tudo, as nossas limitações. Se houver um grande abismo entre as próprias expectativas e a capacidade de alcançar os objectivos que desejamos, então os sentimentos de insatisfação e frustração serão inevitáveis. Conheça-se, ame-se e aceite-se como é.

8. Encontre algo – ou alguém – maior do que você mesmo para acreditar. As pessoas autocentradas quase nunca experimentam a felicidade, porque é em dar que realmente recebemos. Sempre haverá alguém para admirar e, acima de tudo, alguém para servir.

Escolher viver em paz é um movimento do espírito, uma atitude de vida e uma decisão. Podemos experimentar dificuldades e sentimentos ruins que levam o sorriso temporariamente para fora do nosso rosto, mas se seguirmos essas oito dicas, a nossa paz interior se reafirmará e o nosso sorriso retornará, uma e outra vez.


Regressar