Ave Maria Imaculada... Rezai o Terço todos os dias... Mãe da Eucaristia, rogai por nós...Rainha da JAM, rogai por nós... Vinde, Espirito Santo... Jesus, Maria, eu amo-Vos, salvai almas!

A Família

Casamento é muito mais do que uma cerimónia bonita

Casamento é muito mais do que uma cerimónia bonita  

O casamento é um sacramento que deve ser assumido de forma consciente, livre e aberto à fecundidade

Quem escuta ou lê esta frase pode imaginar que o casamento seja algo simples e trivial, facilmente resolvido com um check in na igreja antes dos vários passeios de lua de mel.

Antes do ‘sim’, porém, é preciso que os noivos se preparem bem para a mudança de vida. Estou a falar da casa? Da comida? Da roupa lavada? Não, nada disso! No topo da lista está a preparação das emoções para a vida de casados. Um dos espaços eficazes para isso é o curso de noivos, quando o casal poderá sedimentar a reflexão conjunta sobre a vida a dois.

Três pontos importantes para a preparação.

Quando estava noiva, eu queria muito fazer o curso de noivos numa paróquia “superfamosa” entre as noivas, por oferecer um curso bastante acolhedor, realizado na casa dos responsáveis e cheio de mimos. Mas, como o Senhor nos conduz para o que de facto precisamos, não nos conseguimos inscrever e fizemos o nosso curso numa paróquia bastante distante do centro, cuja igreja estava ainda inacabada, um ambiente bastante simples e sem qualquer pompa.

No meio daquela simplicidade, Deus falou ao nosso coração de maneira completamente inusitada, do modo que precisávamos ouvir.

Para ter uma ideia, a primeira palestra foi conduzida por um frei bastante idoso, de origem estrangeira e sotaque carregado. O tema impressionou-nos bastante: como anular o seu casamento. Ele afirmou que era fundamental saber quando um casamento é nulo, para não entrarmos “de gaiato”, como se fosse fácil separa-se. Explicou, ao mesmo tempo, que vários casamentos são apenas teatro, pois faltam premissas básicas para serem considerados válidos para a Igreja Católica.

Casamentos arranjados ou apenas para esconder uma gravidez em curso não necessariamente são válidos, por exemplo. Se não há a livre vontade de ambos para assumir essa vocação ou se esconderam um do outro informações importantes como uma enorme dívida, um casamento católico anterior ou a infertilidade de um dos noivos, não perca o seu tempo, pois o casamento não será válido. O matrimónio é entrega total, livre e verdadeira; e estar disposto a assumir a entrega faz bem para as emoções dos noivos.

Outro tema importante para o qual é preciso preparar-se: método natural de planeamento familiar. Se tens dificuldade de abordar este tema com o noivo, seja porque ele parece resistente à abstinência sexual nos dias férteis, seja por vergonha ou por pouco conhecimento da metodologia, é durante o noivado que esse jogo precisa de ser combinado. Não basta só um dos noivos querer, é preciso que ambos estejam cientes não só das renúncias que isso traz, mas da maior cumplicidade, afeto e cuidado despertado com este método.

No curso de noivos, em geral, apresenta-se a experiência de casais que utilizam esse método e comprovam a sua eficácia, convencendo até os mais céticos. Há famílias com vários filhos, que dizem utilizar o método, mas com eles não deu certo. Na verdade, só funciona se houver preparação e utilização correta, e em caso de dúvida, basta procurar as equipes pastorais para acompanhamento dos casais.

Há um outro tema bem interessante, que não foi tratado no nosso curso de noivos, mas uma amiga comentou certa vez: educação financeira do casal. Após uma palestra, cada casal planeava como ficariam as contas, quem pagaria o quê, como organizariam as despesas. Parece brincadeira, mas muitos casamentos desgastam-se devido ao desequilíbrio financeiro de um dos cônjuges, ou de ambos, que não percebem que não existirá mais o seu e o meu dinheiro, o seu e o meu pecúlio, mas a nossa dívida, os nossos encargos. E isto deve ser combinado ANTES do casamento. Imagina seres acusada de que estás a gastar demais ou ver que o teu noivo esbanja em pequenos luxos quando mal conseguem pagar as contas da casa?

A igreja tem como pré-requisito o curso de noivos exatamente para o casal tirar um tempo para si e focar no essencial em meio às diferentes listas e preparativos para a cerimónia. Se tu não marcaste o teu curso de noivos ainda, não deixes para a última hora. Se já fizeste o teu, e estes temas não foram tratados, conversa com o teu companheiro de vida. Eu te garanto que essa conversa vai render frutos.

Conversar sobre a validade do matrimónio, o planeamento familiar natural e o orçamento doméstico, além de preparar as tuas emoções para o casamento, vai evitar dores de cabeça no futuro.

O casamento é uma vocação importante demais, para a emoção se resumir na escolha dos convites em papel brilhante e o bolo da festa.

Regressar