Ave Maria Imaculada... Rezai o Terço todos os dias... Mãe da Eucaristia, rogai por nós...Rainha da JAM, rogai por nós... Vinde, Espirito Santo... Jesus, Maria, eu amo-Vos, salvai almas!

Núcleo do Porto

História S. João de Ovil

HISTÓRIA NA PRIMEIRA PESSOA:
Como muitos outros nasci e cresci no seio de uma família Cristã, rodeada de dogmas e de superstições, de que Deus é um Pai castigador e de que o pecado é punido com severidade e dor. Recebi, a seu tempo, os diferentes Sacramentos, como mandava o figurino. A minha catequese foi uma repetição desenfreada de orações feitas e de perguntas e respostas totalmente pré-concebidas pelos catecismos da Igreja. Nessa altura, a minha Fé era AUTOMÁTICA!

Arredei-me das crenças dos outros e por um tempo o mundo foi a minha religião, ninguém falava de Deus, não se ia a Missa e fazê-lo não servia de nada, aparentemente. A minha Fé era o PRECIPÍCIO!

Um dia, quando o mundo já não tinha as respostas que eu queria, entrei numa Igreja e levantei-me de novo para a verdadeira vida...

Voltei a participar na Eucaristia, a ouvir a Palavra de Deus e a procurá-lo nas mais pequenas coisas do meu dia a dia. A minha Fé RENASCIA!

Então apareceram os sinais... Várias pessoas se cruzaram no meu caminho e hoje sei que não surgiram em vão. Jesus chamou-me e eu ouvi-o... Fiz um curso de Animador Pastoral durante 3 anos. A minha Fé era ALIMENTO!

Conheci a JAM, na XIX Páscoa Jovem, para a qual fui convidada pelo nosso muito querido Padre Amadeu. Nunca tinha feito um retiro e confesso que não imaginava tão-pouco o que me aguardava! Depois daqueles dias percebi o porquê de todo o meu percurso, percebi porque é que mesmo durante o desterro da minha vida nunca tinha deixado de me valer de Maria, mesmo sendo de uma forma errada. Ela tinha um plano para mim! Ela queria levar-me à JAM! A sua semente tinha criado ténues raízes e depois de as fortalecer na Páscoa Jovem, eu tinha de mantê-las fortes e vigorosas...

O núcleo JAM de S. João de Ovil nasceu, oficialmente, no dia 4 de Novembro de 2006. Surgiu da vontade de ser diferente e de anunciar ao mundo o Amor incondicional da Nossa Rainha e Mãe, a Virgem Maria. Os jovens vieram ao encontro de algo que já procuravam há muito tempo, andavam à toa, e ouviram Maria nos seus corações. Reunimos semanalmente na residência paroquial. No Inverno, ao sábado, às 17.30, no final da missa vespertina. No Verão, ao domingo, às 10.30.

Este percurso, que ainda agora começou, tem sido muito alegre e repleto de descobertas maravilhosas.

QUEM DISSE QUE OS JOVENS ESTÃO TODOS PERDIDOS?
QUEM O DISSE NÃO CONHECE A JUVENTUDE ALEGRIA DE MARIA!

Regressar