Ave Maria Imaculada... Rezai o Terço todos os dias... Mãe da Eucaristia, rogai por nós...Rainha da JAM, rogai por nós... Vinde, Espirito Santo... Jesus, Maria, eu amo-Vos, salvai almas!

Curiosidades

Enxaqueca e dor de cabeça

 

ENXAQUECA E DOR DE CABEÇA: CAUSAS E TRATAMENTOS

  

A enxaqueca é uma dor que envolve um lado da cabeça, e daí deriva o nome do árabe, que faz a pessoa sofrer durante minutos de uma dor muito intensa, daí a característica importante. Muitas pessoas dizem ter enxaqueca, mas na maioria das vezes diz respeito a outros tipos de dores de cabeça.

Ela é muito mais frequente nas mulheres do que nos homens e costuma aparecer pouco antes, durante e depois da menstruação. A enxaqueca tem algumas características que tornam fácil o seu reconhecimento.

  

A gravidade da dor é medida se atrapalha ou não as atividades de rotina.

  

Outra característica importante é o tipo de dor. A dor na enxaqueca é latejante ou pulsátil, ou seja, em geral, ela é de um só lado da cabeça e costuma durar mais de 4 horas, podendo doer durante 2 a 3 dias. A dor aumenta quando a pessoa faz algum movimento com a cabeça, principalmente o ato de abaixar a cabeça para pegar alguma coisa. A luz, o barulho e os perfumes costumam desencadear ou aumentar a intensidade da dor.Alguns alimentos como chocolate, embutidos (salames, salsichas, etc) e vinho tinto são desencadeantes comuns de crise.

 

Para o diagnóstico da enxaqueca, é necessário que o médico conheça em detalhes a história clínica do paciente, além de fazer exame físico neurológico. Geralmente, não é necessário nenhum exame laboratorial para o diagnóstico de enxaqueca.  

A aura mais comum é a aura visual. Ela se caracteriza-se pelo aparecimento de pontos brilhantes que vão migrando ao longo do campo visual ou, às vezes, por imagens coloridas em ziguezague. Às vezes, pode acontecer temporariamente a perda da visão num pedaço do campo visual nos dois olhos. 

 A enxaqueca pode ser tratada em dois momentos: na crise aguda – no momento em que a dor começa – ou quando o paciente sente que vai ter a dor; e na prevenção de novas crises. O tratamento pode ser feito com medicamentos ou não.

 

Tratamento não-medicamentoso

  O tratamento não-medicamentoso consiste na orientação das pessoas com enxaqueca. Em geral, mudança de hábitos alimentares e do sono.

 Tratamento medicamentoso

  a) Tratamento profilático: o que é a profilaxia da enxaqueca? 

Profilaxia da enxaqueca ou tratamento profilático da enxaqueca é o uso de medicamentos com a finalidade de  prevenir as crises de dor diminuindo a sua frequência e intensidade. 

Para isto usamos:  Betabloqueadores, Anticonvulsivantes, Antidepressivos tricíclicos, e medicamentos afins.  b) Tratamento da crise aguda 

A crise leve de enxaqueca pode ser tratada somente com medicamentos para a dor como a aspirina, a dipirona, paracetamol, antiinflamatórios. Quanto mais cedo tomar a medicação, mais rápido virá o efeito. Então a medicação analgésica deve ser tomada assim que a dor começa ou, às vezes, quando a pessoa sente que vai ter a dor.Os triptanos são medicamentos que podem tratar a crise de dor já instalada. Mas são muitos caros. 

Concluindo, se você já sentiu sinais e sintomas descritos acima, procure um Neurologista e saiba que há tratamento, que o mesmo é eficaz e que pode melhorar muito a sua qualidade de vida.

Regressar