Ave Maria Imaculada... Rezai o Terço todos os dias... Mãe da Eucaristia, rogai por nós...Rainha da JAM, rogai por nós... Vinde, Espirito Santo... Jesus, Maria, eu amo-Vos, salvai almas!

Curiosidades

Eduardo, um jovem cristão íntegro

EDUARDO, um jovem cristão íntegro

Foi um jovem simpático, feliz, alegre, foi um cristão íntegro 

Chamo-me Eduardo. Terminei o meu Curso em Madrid. Tive a sorte de ter nascido de uma família eminentemente cristã. Assim fui educado e assim tenho crescido.

Sinto-me muito feliz com a minha fé. Tento ser cristão a sério, não gosto de meias tintas. E não me é fácil viver a fé no ambiente actual e na Universidade.

Cada manhã rezo. Rezo e tento que a minha oração seja um verdadeiro encontro com o Senhor. Os meus problemas, as minhas esperanças, inquietudes e alegrias, passo-as pelo filtro da oração, e isso faz-me muito feliz e enche-me. Desse estupendo momento tiro a força para todo o dia, para me enfrentar com o mal e a apatia, a mediocridade; luto e noto como o Senhor me ajuda a vencer as tentações.

Naturalmente vou à Missa todos os dias. É o melhor que me acontece. Preciso da Eucaristia. Cristo é tudo para mim. Que seria eu sem Ele? Só Ele tem palavras de vida eterna. Eu quero-O. Em cada Eucaristia Ele torna-se presente, vem até mim, protege-me, dá-me esperança, olha para mim com bondade e amor.

Sinto-me doente, penso que bastante mal. Estão-me a fazer diversas análises no hospital e penso que isto agrava-se. Confio em Deus e peço-Lhe que se faça segundo a Sua vontade. Eu, é o que rezo.Nesta altura estou internado, os meus pais e irmãs têm vindo ter comigo. Encontram-me muito tranquilo. Todos sabemos que estou muito mal, por isso digo-lhes que, se morrer, a primeira coisa a fazer é rezarem por mim.Quero que a passagem seja fácil e que o Senhor não seja duro no juízo, que Se manifeste como um Pai bom. Penso que no Céu de certeza que será como numa grande reunião, encontrarei gente muito boa, a Virgem Maria e os Santos.

A minha mãe não se separa de mim nem um instante. Que momentos, Senhor, tenho passado com ela! Falamos de tudo. Os meus pais e eu temos muita confiança e também falamos das coisas de deus, é fácil para nós. Eles ensinaram-me a rezar e a amar. Agora que sei que estou doente, tento prepará-los para o golpe forte da minha morte. Não tenho salvação. Eu vou encontrar-me com Deus, mas eles permanecerão aqui sofrendo, a separação é dolorosa, porque a fé não tira a dor.Há dias em que me encontro com vontade de falar e aproveito:Para a viagem é preciso estar sempre pronto. Da mãe da terra, até à Mãe do Céu.

Lá do Céu vou estar muito próximo de ti, mãe; verás que vantagens vais ter com um filho junto de Deus.Quando eu morrer, chore como uma mulher forte da Bíblia, conformada com a vontade de Deus. Desejo a saúde, mas se o Senhor a tira, fico também contente.É preciso procurar Deus. Ele é tudo. Esta doença é, como dizia S. Teresa, “uma má noite numa má pousada”.A misericórdia de Deus é muito grande. Esta força não é minha. É de Deus.Enterrai-me nu, como o Senhor. Colocai uma cruz sem Cristo, que é a minha. Ficai serenos, é a vontade de Deus.

Tenho 23 anos e vou morrer. Senhor, tende misericórdia de mim, pobre pecador. O último sorriso é para a Virgem Maria.

Regressar