Ave Maria Imaculada... Rezai o Terço todos os dias... Mãe da Eucaristia, rogai por nós...Rainha da JAM, rogai por nós... Vinde, Espirito Santo... Jesus, Maria, eu amo-Vos, salvai almas!

Curiosidades

Como ensinar as crianças que ninguém pode tocar no corpo delas

Como ensinar as crianças que ninguém pode tocar no corpo delas   

 

 

O assunto é incómodo mas faz parte do grupo de questões que não se pode deixar de encarar   

 

 

Como saber ensinar as crianças, mesmo pequenas, a não se tornarem vítimas de abuso físico ou sexual.    Pensando nos meus filhos e nos seus, eu pesquisei a respeito do que os americanos – que dão muita importância a este assunto – trazem para ser tratado de forma inteligente. Já foi tempo em que eu achava isto exagerado, hoje concordo que é muito, muito melhor prevenir. Então vamos às dicas que eu consegui reunir:   

 

 

1- O meu corpo é meu: a criança deve entender que o corpo dela lhe pertence, que ninguém tem direito, nem por brincadeira, de tocar nela de forma que a deixe constrangida. É normal que uma criança goste e aceite beijos e abraços. Mas é preciso sinceramente evitar abraços e beijos de desconhecidos ou pouco conhecidos. Uma criança nunca deve ser obrigada a ter contacto físico com quem ela não quer.   

 

 

2 – A lista das pessoas confiáveis: a criança precisa de ter a certeza de com quem ela pode contar. Quem são estas pessoas: o pai, a mãe, a avó, a professora? Que sejam. Mas é muito importante para ela que os pais identifiquem estas pessoas deixando bem claro que a criança tem a quem recorrer, em quem ela realmente deve confiar.   

 

 

3 – Partes íntimas: ninguém toca nas minhas partes íntimas, é uma mensagem muito importante que as crianças precisam de receber. Ninguém pode pedir que eu toque as partes íntimas dela também.  Outra informação importante para as crianças é de que ninguém lhe deve mostrar fotos de partes íntimas. A criança precisa de saber que pode contar para a sua lista de pessoas confiáveis se algo do tipo acontecer.   

 

 

4 – Ninguém pode ter segredo desconfortável: a criança deve ser ensinada de que não pode ter segredo com ninguém que lhe peça para algo não ser contado e que a faça sentir mal ou incomodada com isto. Se isto vier a acontecer, ela também precisa de ser ensinada a dizer a alguém do seu grupo de pessoas confiáveis sobre esta história de segredo.   

 

 

5 – Nenhum adulto desconhecido pede ajuda à criança: esta é uma regra de ouro. Os pais devem esclarecer os filhos que um adulto desconhecido não pode pedir ajuda a uma criança (seja à porta da escola, na rua, etc.).    

 

 

Que fique bem claro na cabecinha delas: os adultos não precisam de ajuda de uma criança, isto não existe. O adulto pede ajuda a outro adulto. Com isto em mente, as crianças não duvidam em dizer não, mesmo que os pais as tenham ensinado a que elas precisam de ser gentis. Assim, se alguém as abordar desta forma, elas nunca devem seguir ou acreditar nessa pessoa.

 

Há uns anos atrás, um inspector foi visitar uma escola e, à saída, e para experimentar, ofereceu um rebuçado a uma criança. E a criança, respondeu: não quero, porque o meu pai disse que não devia aceitar NADA de pessoas desconhecidas…

Regressar