Ave Maria Imaculada... Rezai o Terço todos os dias... Mãe da Eucaristia, rogai por nós...Rainha da JAM, rogai por nós... Vinde, Espirito Santo... Jesus, Maria, eu amo-Vos, salvai almas!

Temas de Formação

Como vencer as tristezas e o pessimismo do dia a dia

 Cuidado com as palavras e gestos negativos

Precisamos de ter muito cuidado com o negativismo na nossa vida, pois ele vem de mansinho, instala-se na nossa mente e, quando menos percebemos, acaba por tomar conta do nosso coração. Muitas vezes, a depressão é consequência do negativismo, do desespero e do pessimismo; no sentido de que nada vai adiante, nada dá certo, e então vem a pergunta: Por quê lutar?

A mente vazia é oficina do demónio, por isso precisamos de ocupar a nossa mente com coisas boas, pensamentos bons, com leituras e acções positivas. “Que o demónio nunca vos encontre desocupados”, dizia São João Bosco. Devemos orar com a Palavra todos os dias e rezar o Santo Terço, além das práticas espirituais, por exemplo: confessar-se frequentemente, não faltar à missa aos domingos e, se possível, ir todos os dias, ou, pelo menos, fazer uma visita ao Santíssimo Sacramento.

Como o negativismo, o positivismo também chega e ocupa a nossa mente. Mas, precisamos de tomar uma atitude! Não deixemos que entre um ano e termine um ano, e a nossa vida continue da mesma forma. Precisamos de reagir e acreditar que tudo será diferente.

Diferença entre o louvor e a murmuração

O pessimismo e o negativismo entram pela murmuração; o acto de murmurar causa muito mal em cada um de nós, enquanto que o louvor atrai a graça de Deus para nós. Podemos, com o louvor, encontrar o milagre e a cura, porque é diante desse momento de oração que Deus habita e age com alegria. O livro de Eclesiástico diz que “a tristeza não tem motivo de existir, porque ela não tem nada de bom, e tem encurtado e tirado a vida a muitos, enquanto a alegria prolonga os nossos dias”.

O louvor e a murmuração são coisas totalmente diferentes: o louvor atrai a graça de Deus, e a murmuração, a reclamação atraem a ira de satanás. A murmuração e o negativismo são louvores a satanás. Podemos perguntar: “Quantas vezes tu já louvaste satanás hoje?” “Mas por que não pergunta quantas vezes – louvei a Deus hoje?”. Então, pára, pensa e reflecte quantas vezes as palavras negativas, a murmuração, os pensamentos ruins e os desejos de fracasso atraíram a fúria do demónio para a tua vida.

Depois dessa reflexão, toma a decisão de louvar o Senhor pelo dom da tua vida, pelas dificuldades que tens passado, e assim todo o pessimismo cairá por terra.

Reforça a esperança e a vitória, Senhor

Que o Senhor olhe por aquelas pessoas que não estão a ver a vida com os olhos da esperança, por aquelas que em tudo vêem o negativismo.

O Papa Francisco diz que o cristão não pode ser triste, por maior que seja a cruz que ele esteja a carregar. Ele diz assim: “O cristão que foi baptizado traz a alegria, templo vivo do Espírito Santo. O Espírito Santo habita em ti, então, alegra o teu coração. Nas minhas lutas e batalhas, não durmo antes de conservar a alegria do Senhor na minha vida, não descanso sem antes rezar e clamar pelas santas Chagas do Senhor”.

Oração contra o negativismo

Faz esta oração: “Pela potente chaga da Sua mão direita, sei que podes purificar, curar e libertar-me a mim, à minha família e todos aqueles por quem eu rezo, livrando de todo o mal físico e espiritual”. Reza um Pai-Nosso. “Pela potente chaga do Teu pé direito, sei que podes purificar-me a mim, à minha família e a todos aqueles por quem rezo, livrando de todo o mal físico e espiritual”. E reza outro Pai-Nosso.

Assim se faz também com a chaga do pé esquerdo e da mão esquerda, e a chaga do coração perfurado. E a chaga do ombro. E, no fim de cada uma dessas jaculatórias, reza-se um Pai-Nosso.

Que o Senhor esteja na tua frente para te defender; atrás de ti para te guardar; dentro de ti para te sustentar; acima de ti para te iluminar; e abaixo de ti, para que nunca caias em nenhuma cilada, armadilha do inimigo ou de homens e mulheres com más intenções.

Regressar