Ave Maria Imaculada... Rezai o Terço todos os dias... Mãe da Eucaristia, rogai por nós...Rainha da JAM, rogai por nós... Vinde, Espirito Santo... Jesus, Maria, eu amo-Vos, salvai almas!

Quaresma-Páscoa

O amor de Deus é sem medida

O amor de Deus é sem medida

 

O verdadeiro Cristianismo, que passa pela cruz, mas não pára nela.

 

O amor de Deus é sem medida, como diz São Paulo, esse amor é infinito. Mas a pergunta que devemos fazer é: Quem Deus ama? Porque se Ele tem esse amor todo, com certeza, é destinado a alguém.
Por vezes, durante o nosso dia, Deus manifesta-se nesse amor incondicional, mas estamos tão ocupados com outras coisas que ele passa despercebido aos nossos olhos.
A própria Palavra de Deus ilumina o nosso caminhar e permite que enxerguemos o projecto de amor d'Ele na nossa vida. Sem o amor nada acontece, por isso o Amor fez-Se carne e habitou no meio de nós.
Num mundo tão globalizado, onde os sentimentos parecem estar cada vez mais vazios, o amor também perdeu a sua verdadeira essência e significado. E, muitas vezes, não conseguimos ter noção do significado de sermos amados por alguém, a ponto de abrir mão da própria vida para a nossa salvação. E o mais maravilhoso é que, mesmo conhecendo tudo sobre nós, o Senhor continua a amar-nos. Deus sabe tudo sobre ti e também sabe que tu precisas de ser salvo.
Não importa o teu passado, as coisas que já fizeste, Ele não olha para o teu passado, pois sabe que mereces uma segunda chance. O amor do Senhor é sem medida, a ponto de dar o Seu único Filho para nossa salvação.
Infelizmente, nos dias de hoje, o amor virou comércio. Nós amamos esperando algo em troca, nunca é um amor gratuito, sempre à espera de algo físico ou material. Mas, ao contrário disso, Deus ama-te sem esperar nada em troca, Ele não ama esperando que será amado de volta.
São Paulo diz que nada é mais intenso do que o amor de Deus, nem os nossos sofrimentos. Mas é fácil reconhecer o amor de Deus nos momentos difíceis? Infelizmente não, mas é exatamente nessa hora que precisamos de fazer a experiência com Ele, assim como o filho que busca refúgio no colo do pai.

Nós somos discípulos da cruz, por isso a nossa fé passa por ela, mas, diferentemente do que muitos pensam, a nossa fé não pára nela, muito pelo contrário, ela é apenas o começo. Por isso, em cada um dos sofrimentos que enfrentamos Deus mostra a Sua face e, através deles, nos faz crescer.
Talvez te seja difícil entender isto hoje, mas é necessário a coragem de mudar a maneira de ver as nossas dores. O amor do Senhor também se manifesta com a ajuda do “não”, pois nem tudo o que é bom nos convém.
Muitas vezes, chegamos a Deus com pedidos nobres, rectas intenções, mas mesmo assim ouvimos um "não" d'Ele. A reacção mais natural nesse momento é revoltarmo-nos sem tentarmos entender o real motivo da Sua resposta negativa. Talvez Ele esteja a preparar-nos para um "sim" muito maior que está para vir.
Não pautes a tua experiência com Deus por meio daquilo que podes receber, mas sim, pelo que estás disposto a doar. Reconhece o Seu amor e abre-te para o novo, Ele tem um plano de amor maravilhoso para a tua vida. Mas, para o viveres em plenitude, deves estar disposto a compreender e viver o verdadeiro Cristianismo, que passa pela cruz, mas não pára nela.

 

Na Sexta-feira Santa os católicos não adoram a cruz de material, mas o “Mistério da Cruz”, isto é, a Cristo que por nós morreu na cruz (Fl 3,18; 1 Cor 1,23).

Regressar