Ave Maria Imaculada... Rezai o Terço todos os dias... Mãe da Eucaristia, rogai por nós...Rainha da JAM, rogai por nós... Vinde, Espirito Santo... Jesus, Maria, eu amo-Vos, salvai almas!

Natal

Viver o Natal em Família

VIVER O NATAL EM  FAMÍLIA

 

A - ANTES DA CEIA DE NATAL

 

Pouca Luz, Vela Grande acesa na Mesa, ao redor, toda a Família reunida:

Pai: Esta noite de alegria é uma noite maravilhosa, pois nesta noite bendita, Deus manifestou o seu Amor a todos, vindo até nós. Nós vos agradecemos, Senhor, estar aqui reunidos para celebrar nesta Ceia a vossa vinda ao mundo.

Todos:               Ó Luz de Deus, ó doce luz, que brilhas nas alturas!

                            Vem com teu brilho e teu fulgor

                            Trazer ao mundo o teu calor

                            Ó Luz de Deus, ó doce Luz, que brilhas nas alturas!

Leitor: Do Evangelho de S. Lucas 2, 11-14

«Hoje na cidade de David, nasceu-vos um Salvador, que é o Messias Senhor. Isto vos servirá de sinal: encontrareis um Menino envolto em panos e deitado numa manjedoira. De repente, juntou-se ao anjo uma multidão do exército celeste, louvando a Deus e dizendo: “Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens do seu agrado”».

Todos:               O mundo viu o Salvador nascer humilde e pobre.

                            Ouviu os anjos proclamar

                            a Paz que os homens vem salvar.

                            O mundo viu o Salvador nascer humilde e pobre!

Mãe:  «Que maravilha! Neste dia Deus veio viver e habitar connosco!

que o nascimento do Salvador, revelado pela estrela, renove nossos corações e a vida da nossa família.   E dá o MENINO A BEIJAR / Cântico Natal.

 

B - NA DISTRIBUIÇÃO DAS PRENDAS

Um dos pais: «Esta é a noite mais bela do ano porque Deus nos deu o Seu próprio Filho, Jesus. Haverá, para nós, prenda mais bela do que esta? Com Jesus Menino, Deus oferece-nos Seu amor, totalmente e sem reserva. Obrigado, Senhor, pelo Natal.

Mãe: As prendas que vamos partilhar exprimem o esforço que todos fazemos em casa para nos sentirmos amados e acolhidos. Ao mesmo tempo, estas prendas recordam-nos o gesto de Deus, que nos deu Jesus feito Menino, o Supremo Dom para todos.

O filho mais novo, ou outra pessoa, distribui as prendas.

Todos:  Erguem em mãos os presentes e rezam:

«Deus seja louvado pelo Seu filho, que enviou ao meio dos homens como sinal de Amor, que quis fazer de todos nós uma família unida.»

 

Para terminar pode-se cantar:

                            Hoje na terra nasce o amor! Deus para os Homens, Salvador!

 

C - NO DIA DE NATAL

Pai:  Na aurora da salvação, é proclamado como Feliz notícia, o nascimento de um Menino: «Anuncio-vos uma grande alegria, que será para todo o povo: Hoje, na cidade de David, nasceu-vos um Salvador, que é o Messias, Senhor».

Todos:               Um Menino nasceu para nós.

Será chamado Príncipe da Paz!

Mãe: O motivo imediato que faz irradiar esta «grande alegria»  é, sem dúvida, o nascimento do Salvador. Mas, no Natal, celebra-se também o sentido de toda a vida humana e, portanto, o sentido da vida de cada um de nós.

Todos:  Neste Natal, fazei-nos, Senhor, renascer para uma VIDA que Vos dê mais glória e construa mais Paz no mundo. Santifica todas as Famílias.

 

D - ANO NOVO/SAGRADA FAMÍLIA

Pai:  Leitura da carta de S. Paulo aos Gálatas: «Ao chegar a plenitude dos tempos, Deus enviou o Seu Filho, nascido de uma Mulher e sujeito à Lei, para resgatar os que estavam sob o jugo da Lei e nos tornar Seus filhos adoptivos».

Mãe:   Cristo, que nasceste de Maria, Deus admirável e Príncipe da Paz, dai a paz  ao mundo e ao nosso lar!

Todos:  Queremos, ao longo deste ano, construir a Paz!

Filho(a):   Dá-nos, Senhor, a delicadeza de Maria para guardar a Palavra como Ela a guardou! Dá-nos, Senhor, olhos de surpresa para contemplar e perceber todo o mistério de um Deus, na debilidade do Menino de Belém.

Todos: Dá-nos, Senhor, mãos para Te cuidar e acolher, ao longo deste ano, com a ternura de Tua Mãe! Ave Maria!                                      

 Cântico Natal.

 

Regressar