Ave Maria Imaculada... Rezai o Terço todos os dias... Mãe da Eucaristia, rogai por nós...Rainha da JAM, rogai por nós... Vinde, Espirito Santo... Jesus, Maria, eu amo-Vos, salvai almas!

Espiritualidade

A virtude da esperança em tempos de confusão e desânimo

 

A esperança é uma das três virtudes teologais e é muito necessária hoje.

Em muitos corações hoje, também entre muitos católicos, a virtude da esperança acena, cambaleia e, em alguns, até se extingue. Mas Cristo ressuscitado, que é bondade, compaixão, misericórdia e paciência, quer infundir esperança e alegria renovada em todos os que lhe abrem o coração.

 

O padre Ed Broom, oblato de Maria Imaculada e especialista em espiritualidade, quer aprofundar esta virtude numa altura em que as tempestades nos impedem de ver o sol no mundo de hoje.

 

"Talvez o teu coração esteja assombrado por dúvidas, ansiedades, medos, inseguranças e confusão. Se for este o caso, a Palavra de Deus é dirigida a ti, agora: 'Eis que estou à porta e bato. Quem abrir a porta, eu entro e janto com eles, e eles jantam comigo'", explica o padre.

 

A esperança não é um sentimento, é algo que vai muito além disso. Então, o que é esperança? A esperança é uma das três virtudes teologais, juntamente com a fé e a caridade. Estas três virtudes teologais foram incutidas nas nossas almas quando fomos baptizados. É claro que, como sementes plantadas na terra, estas virtudes devem ser cultivadas.

Talvez a melhor maneira de compreender a virtude teologal da esperança seja resumida por Santa Faustina, resumida em quatro palavras simples: Jesus, eu confio em ti! Estas palavras, gravadas aos pés da imagem da Misericórdia Divina, resumem a essência da virtude da esperança.

"Devemos depositar confiança total, constante, sem reservas e sólida em Jesus em todos os momentos, lugares e circunstâncias. Devemos abandonar as nossas vidas aos cuidados amorosos de Jesus e confiar que Ele nos ama e age sempre da maneira que nos convém, mesmo que nem sempre entendamos os caminhos da Providência Divina", acrescenta Ed Broom.

De que maneira concreta a virtude da esperança pode ser fomentada, reforçada e fortalecida na vida concreta de cada pessoa?

 

1. O amor de Deus a cada um

Em primeiro lugar, devemo-nos convencer de que Deus não é um tirano, um ditador ou um chefe mesquinho que quer punir. Pelo contrário, Deus é um Pai amoroso que ama a cada um com um amor eterno e imutável, nunca sujeito a mudanças. "Quanto mais fracos, mais vulneráveis e mais miseráveis nos tornamos, mais Deus nos abraça com o Seu amor! Vemos isto exemplificado na Parábola do Filho Pródigo, que pode ser justamente chamada de 'A Parábola do Pai Misericordioso'", diz o padre Vassoura.

 

2. Ele enviou o Seu Filho para me salvar

Deus, o Pai, manifestou o Seu amor infinito pelo homem enviando o Seu Filho unigénito na pessoa de Jesus Cristo. Jesus foi concebido no ventre da Virgem Maria, nascido, vivido e crucificado. Morreu, foi sepultado e ressuscitou, tudo por amor a cada um de nós. "Como tu és precioso aos olhos de Deus!", lembra o padre.

 

3. Jesus deixou a Igreja na terra: o Corpo Místico de Cristo

Outro motivo para se alegrar na esperança é que, embora Jesus tenha subido ao céu, após a sua morte e ressurreição, ele não deixou a humanidade órfã. Pelo contrário, Jesus deixou a sua presença na Igreja, que é o seu Corpo Místico.

 

4. Jesus presente na Eucaristia

O próprio coração e centro da Igreja é Jesus verdadeiramente presente no seu Corpo, Sangue, Alma e Divindade na Missa, mais especificamente na Santa Eucaristia. Aqueles que crêem e estão em estado de graça são convidados a receber Jesus no mais profundo da sua alma e experimentar a vida e a vida em abundância.

 

5. Amizade com Jesus

Na Última Ceia, Jesus chamou aos apóstolos, amigos. O padre Vassoura lembra que Cristo "também quer que sejamos seus amigos íntimos. Por que não começar hoje por se esforçar para cultivar um profundo, dinâmico e forte vínculo de amizade com Jesus? Ele é o amigo fiel, o amigo que nunca vai falhar contigo".

 

6. O Céu Espera

Uma realidade que muitas vezes é negligenciada na pregação e no pensamento é a realidade do Céu. Apesar de rezar o Pai Nosso evocar ao Pai que "está no céu", em muitas ocasiões não meditamos no céu. Diante da esperança, o religioso oblato lembra que "o céu existe. Jesus preparou um lugar para todos nós no céu. Este pensamento deve inundar-nos de esperança e alegria, e estimular-nos a alcançar este precioso prémio."

 

7. "O Senhor é meu pastor, nada me falta"

"A qualquer momento e em qualquer lugar, podemos fechar os olhos e imaginar que estamos a caminhar pelos prados tranquilos, pacíficos e refrescantes onde Jesus, o Bom Pastor, quer caminhar connosco, falar connosco, ouvir-nos, encorajar-nos, apoiar-nos e amar-nos. Por que não ler este Salmo (22) lenta e cuidadosamente hoje? Ele está à espera pacientemente por ti".

 

8. Jornal da Divina Misericórdia na Minha Alma

Por outro lado, Ed Broom confessa que "um dos clássicos espirituais que deixou uma marca indelével na minha vida nos últimos anos é o Diário: Divina Misericórdia na Minha Alma. Jesus escolheu a humilde freira Santa Faustina Kowalska, conhecida como secretária da Divina Misericórdia, para comunicar ao mundo uma das mensagens mais urgentes de todos os tempos: Deus é rico em misericórdia, Deus ama-nos, Deus está disposto a perdoar-nos e nos abraçar nos seus braços amorosos. Todos devíamos fazer a leitura diária e a meditação desta obra-prima espiritual. Um dos frutos mais requintados da leitura constante, assídua e diária do Diário será uma esperança renovada que brotará nos nossos corações e uma alegria expansiva e transbordante".

 

9. Partilha a tua esperança e alegria com os outros

Se as sugestões acima forem seguidas, o resultado será um aumento da esperança e da alegria. Mas, esta esperança e alegria não podem ser guardadas para ti mesmo, mas devem ser partilhadas com os outros. "Ao partilhar a nossa esperança e alegria com os outros, eles serão iluminados e retirados do abismo do desânimo e, ao mesmo tempo, a nossa própria esperança e alegria serão fortalecidas e crescerão ainda mais", disse o padre Vassoura.

 

10. Maria: Nossa Vida, Nossa Doçura e Nossa Esperança

A bela oração da Salve Rainha, diz: "Salve Rainha, Mãe de misericórdia, nossa vida, nossa doçura e nossa esperança..." São palavras de grande encorajamento. Maria é, na verdade, fonte e fonte de abundante esperança. "Convido a todos a ler e meditar a obra-prima mariana clássica, As Glórias de Maria, de Santo Afonso de Ligório. Na verdade, esta joia espiritual é um comentário sobre esta oração. Ao ler, meditar e assimilar estas verdades, sem dúvida seremos cheios de esperança e alegria, e nos tornaremos uma fonte transbordante de esperança e alegria para os outros".

Regressar