Ave Maria Imaculada... Rezai o Terço todos os dias... Mãe da Eucaristia, rogai por nós...Rainha da JAM, rogai por nós... Vinde, Espirito Santo... Jesus, Maria, eu amo-Vos, salvai almas!

Curiosidades

São Judas Tadeu

Imagem vazia padrão«São Judas Tadeu, nasceu em Caná de Galileia, na Palestina.

Era filho de Alfeu (ou Cléofas) e Maria Cléofas.

O pai, Alfeu, era irmão de São José e a mãe, prima-irmã de Maria Santíssima. Portanto, Judas Tadeu era primo-irmão de Jesus, tanto pela parte do pai como da mãe.

Um dos seus irmãos, Tiago, também foi chamado por Jesus para ser apóstolo.

Era chamado Tiago Menor para diferenciar do outro apóstolo Tiago que, por ser mais velho que o primeiro, era chamado Maior.
Judas Tadeu tinha 4 irmãos:
Tiago, José, Simão e Maria Salomé.

O relacionamento da família de Judas Tadeu com o próprio Jesus Cristo, pelo que se consegue perceber na Bíblia é o seguinte:

Alfeu (Cléofas) era um dos discípulos a quem Jesus apareceu no caminho de Emaús, no dia da ressurreição. Maria Cléofas, uma das piedosas mulheres que tinham seguido a Jesus desde a Galileia e permaneceram junto à Cruz, no Calvário, com Maria Santíssima. Dos irmãos dele, Tiago foi um dos 12 apóstolos, que se tornou o primeiro bispo de Jerusalém. José, apenas conhecido como o Justo. Simão foi o segundo bispo de Jerusalém, após Tiago. E Maria Salomé, a única irmã, foi mãe dos apóstolos Tiago Maior e João evangelista.

É de se supor que houve muita convivência de Judas Tadeu com o primo e os tios.
Esta fraterna convivência, além do parentesco, pode ter levado São Marcos a citar Judas e os irmãos, como irmãos de Jesus (Mc 6,3).

A Bíblia fala pouco de Judas Tadeu. Mas, aponta o seguinte:
Judas Tadeu foi escolhido por Jesus, para apóstolo. Quando os evangelhos nomeiam os doze escolhidos, consta sempre Judas ou Tadeu entre a relação.
O livro dos Actos dos Apóstolos também se refere a ele (Act 1,13). É citado especialmente nas Escrituras no episódio da santa Ceia, na quinta-feira santa, narrado por João evangelista (Jo 14,22).
Nesta oportunidade, quando Jesus confidenciava aos apóstolos as maravilhas do amor do Pai e lhes garantia especial manifestação de si próprio, Judas Tadeu não se conteve e perguntou:
"Mestre, por que razão hás-de manifestar-te só a nós e não ao mundo?"
Jesus respondeu-lhe afirmando que teriam manifestação d’Ele todos os que guardassem a Sua palavra e permanecessem fiéis ao seu amor.

São Mateus e São Marcos citam-no com o nome de Tadeu, como se tivessem receio de usar o primeiro nome, evitando a possível confusão com o nome do renegado traidor.
Mesmo assim a confusão fez-se, e por muitos anos ele ficou esquecido dos devotos. Até mesmo aqueles que procuravam deturpar a pureza de Maria se agarravam à história de Judas Tadeu para sacrilegamente usar o termo "irmão", como um pejorativo, contra a mais pura das mulheres.

Conhecendo mais sobre São Judas Tadeu

Depois que os Apóstolos receberam o Espírito Santo, no Cenáculo, em Jerusalém, iniciaram a construção da Igreja de DEUS, com a evangelização dos povos.
São Judas iniciou sua pregação na Galileia. Depois viajou para a Samaria e outras populações judaicas. Tomou parte no 1º Concílio de Jerusalém, realizado no Ano 50.
A seguir, foi evangelizar na Síria, Arménia e Mesopotâmia (actual Pérsia), onde ganhou a companhia de outro apóstolo, Simão, o "zelote", que evangelizava no Egipto.

A pregação e o testemunho de São Judas Tadeu e seus companheiros, foi realizado de modo enérgico e vigoroso, pedindo ao povo que destruíssem os falsos ídolos e aceitassem Jesus Cristo no coração, atraindo e cativando os pagãos e povos de outras religiões que se converteram ao cristianismo, quando foram alvo da inveja dos feiticeiros. Isso provocou a fúria invejosa de falsos pregadores, de feiticeiros e de ministros pagãos, que conseguiram incitar parte da população contra São Judas Tadeu e São Simão que foram trucidados a golpes de machado, no dia 28 de Outubro do ano 70.
São Judas escolheu o martírio que o levaria à vida Eterna.

Certa vez, S. Brígida estava a rezar, quando teve uma visão de Jesus:
"Invocai com grande confiança o meu apóstolo Judas Tadeu. Prometo socorrer a todos quantos por seu intermédio a mim recorrerem".

S. Judas Tadeu mostrou que a sua adesão a JESUS CRISTO era completa e incondicional, testemunhando a sua fé com doação da própria vida.
Devido ao seu martírio, São Judas Tadeu é representado na sua imagens segurando um livro, simbolizando a palavra que anunciou, e uma machada, o instrumento do seu martírio.
As suas relíquias actualmente são veneradas na Basílica de São Pedro, em Roma.

Santa Gertrudes e São Bernardo de Claraval entre muitos outros Santos, também foram fervorosos cultivadores do culto a SÃO JUDAS TADEU.
Santa Gertrudes escrevendo a sua biografia, conta que JESUS lhe apareceu aconselhando-a a invocar São Judas Tadeu, até nos "casos mais desesperados".
A partir de então, cresceu a fé do povo na especial intercessão do Santo, principalmente nos "casos impossíveis".
TADEU vem da palavra síria "THAD" que quer dizer: misericordioso, benigno.

 

 

NOTAS BIOGRÁFICAS

A Santa Igreja, celebra no dia 28 de Outubro de cada ano a festividade dos apóstolos S. Simão e S. Judas.
Simão é chamado por S. Lucas “Zelote” para indicar o seu ardente temperamento. Judas Tadeu, irmão de S. Tiago Menor, pela parte do pai Cléotas ou Meu, irmão de S. José, era sobrinho de Nossa Senhora e primo de Jesus. Os evangelistas usam a linguagem semítica de “irmão» para designar os «parentes». Também a mãe de S. Judas Tadeu é chamada “irmã» de Nossa Senhora quando realmente, é apenas cunhada. Sendo, como Tiago «irmão do Senhor» absteve-se, por humilde, de fazer valer este título glorioso.
A acreditar em Nicéforo, referido por Eusébio de Cesareia, S. Judas teria sido o noivo das bodas de Canã (Jo. 21-11). A tradição apresenta-no-lo como evangelizador das províncias da Palestina primeiro e, depois, da dispersão dos Apóstolos, da Síria, Mesopotâmia, Pérsia e Arábia. Teria morrido
em Adessa
S. Judas Tadeu deixou-nos uma Epístola que faz parte dos livros do Novo Testamento e foi destinada aos Judeus convertidos ao Cristianismo, pelo ano de 65.
Autores há também que opinam que São Judas se dirige antes aos neófitos vindos da gentilidade.
Motivou esta Epístola a necessidade de prevenir os leitores contra doutrinas perigosas, que minavam a vida cristã no seu dogma e na sua moral.
 

RESUMO DA EPÍSTOLA DE S. JUDAS
 

Deus é uno e trino, redentor por Jesus Cristo, santificador pelo poder do Pai, pela comunhão com o Filho e pela intercessão do Espírito Santo, e remunerador.
Afirma-se a existência dos Anjos, a distinção entre bons e maus e a queda destes.
O cristão, objecto de predilecção divina, deve fazer actuar a sua fé e garantir a sua salvação, resistindo às seduções dos sentidos e interessando-se pelo bem do próximo.
 

NOVENA A S. JUDAS TADEU

Para ser dita em grandes aflições quando parecendo desamparados de todo o socorro visível ou para casos desesperados.

S. Judas Tadeu, glorioso Apóstolo, fiel servo
e amigo de Jesus, universalmente honrado e
invocado como padroeiro de casos desesperados
e sem remédio, intercedei por mim que tão
miserável sou, pondo em prática, eu vo-lo rogo,
o privilégio particular que Vos é concedido a fim
de trazer ajuda pronta e visível onde isso é quase impossível.
Vinde valer-me nesta grande necessidade para que eu possa receber as consolações e socorros do Céu em todas as minhas aflições, necessidades e sofrimentos, particularmente (aqui dizer a graça que se deseja obter...) e que eu possa bendizer a Deus convosco e todos os eleitos, por toda a Eternidade.
Eu vos prometo bem-aventurado S. Judas Tadeu,
ter sempre presente esta grande graça e
não cessar de honrar-vos, como meu especial e poderoso Padroeiro. Amem.

S. Judas Tadeu, rogai por nós e por todos os que Vos honram e Vos invocam.

Rezar 3 vezes o Pai-Nosso, Avé Maria e Glória.

 

  Oração 

Ó Deus que nos concedestes chegar ao conhecimento do Vosso Santo Nome pelo Vosso Santo Apóstolo S. Judas: dai-nos a graça de celebrar a sua glória eterna, avançando mais e mais no caminho do bem e de, celebrando-a, realizaremos novos progressos.
Por Nosso Senhor Jesus Cristo que sendo Deus convosco vive e reina por todos os séculos dos séculos. Amem.

 

Imagem vazia padrãoSão Judas, designado por Tadeu (que significa o corajoso), é um dos Doze Apóstolos escolhidos por Jesus para o acompanhar na Sua vida pública. Irmão de S. Tiago Menor, primo de Jesus, seguiu o Divino Mestre de perto e depois do dia de Pentecostes dedicou-se à pregação do Evangelho na Judeia, Samaria, Mesopotâmia (hoje região do Iraque) e na Pérsia, aonde viria a morrer martirizado juntamente com o Apostolo São Simão
Imagem vazia padrãoSão Simão apelidado «o Zelote». Costuma ser representado com uma moca ou cacete na mão porque foi assassinado à paulada. O seu corpo foi trazido para Roma, onde é venerado na Basílica de São Pedro, no Vaticano. O Papa Paulo III concedeu indulgência plenária a quem visitar o seu túmulo no dia da sua festa, que a Igreja fixou no dia 28 de Outubro.
Por causa da traição de Judas Iscariotes, o nome de Judas (que significa Deus seja louvado) veio a cair no opróbrio, votando os cristãos tal horror e desprezo por aquela designação que o termo Judas passou a ter usem como equivalente de traidor, criminoso, assassino, homem desprezível ou diabólico. Narra Santa Brígida que Nosso Senhor quis reparar tal estado de coisas e fazer justiça a nome tão belo e sublimemente usada por Seu primo materno. Numa aparição àquela famosa santa sueca, Jesus, num momento difícil, disse-lhe: “para recorrer a São Judas Tadeu, pois ele queria ajudar os seus irmãos neste mundo”. A influência das revelações de Santa Brígida estendeu-se desde a Idade Media ate aos dias de hoje e é por isso que muitos cristãos passaram a recorrer a São Judas, a exemplo de Santa Brígida. Tais foram e têm sido os favores espectaculares do Santo que a sua fama alcançou todo o mundo católico, tornando-se conhecido na tradição cristã como o advogado das causas consideradas perdidas, desesperadas, angustiosas ou muito difíceis de resolver satisfatoriamente.
“Mas vós, caríssimos, edificai-vos mutuamente sobre o fundamento da vossa santíssima fé. Orai no Espírito Santo”. (Carta de São Judas 1,20)
Oração para se rezar nas situações difíceis:
Glorioso S. Judas, ilustre Apostolo e mártir de Jesus Cristo, resplandecente de virtudes e de milagres, fiel e pronto advogado dos que vos veneram e tem confiança em vós, vós sois o patrono e o poderoso auxílio nas situações difíceis. Por isso, eu recorro e recomendo-me a vós. Vinde em meu auxílio, eu vos suplico, com a vossa poderosa intercessão, pois obtivestes de Deus o privilégio de ajudar os que perderam toda a esperança. Dignai-vos baixar os vossos olhos sobre mim; a minha vida é uma vida de cruz, os meus dias, dias de angústia, e o meu coração um mar de amargura. Todos os meus caminhos estão cobertos de espinhos e quase não tenho um lugar de repouso. Não me abandoneis nesta triste situação. Não vos deixarei enquanto não me tiverdes atendido. Apressai-vos a socorrer-me. Ficar-vos-ei reconhecido o resto da minha vida, reverenciar-vos-ei sempre como meu patrono especial e prometo-vos espalhar o vosso culto e a força do vosso nome. Assim seja.
Oração diária a S. Judas Tadeu:
Ó São Judas Tadeu, recordo-vos a felicidade que sentistes quando o bom Mestre vos ensinou, a vós e aos outros Apóstolos, a oração do Pai Nosso. Por essa alegria, peço-vos que me obtenha a graça de ser, até ao fim da minha vida, um fiel discípulo do Salvador. (Pai Nosso).
Oração em honra de S. Judas Tadeu, Apóstolo:
Senhor Jesus, Tu escolheste S. Judas entre os teus Apóstolos e fizeste dele, para o nosso tempo, o Apóstolo das causas desesperadas, agradeço-Te todos os benefícios que me concedeste por sua intercessão e peço-Te que me concedas a Tua graça nesta vida para que possa participar um dia, na Tua glória, na alegria eterna. Amém

Regressar