Ave Maria Imaculada... Rezai o Terço todos os dias... Mãe da Eucaristia, rogai por nós...Rainha da JAM, rogai por nós... Vinde, Espirito Santo... Jesus, Maria, eu amo-Vos, salvai almas!

Curiosidades

O negócio mais importante e o mais descuidado

Salvação: o negócio mais importante e o mais descuidado!

 

 “Que dará o homem em troca da sua alma?” (Mt.16, 26)

 

Coisa estranha! Ninguém quer passar por negligente nos negócios do mundo, mas muitos não têm nenhuma dificuldade em descuidar o negócio da Eternidade, o mais importante de todos. Muitos até fazem de tudo para perderem a alma, e a maior parte dos cristãos vive como se as verdades eternas fossem fábulas.

Não sejamos tão insensatos e pensemos seriamente: que me serviria ganhar o mundo inteiro, se depois vier a perder a minha alma? Perdida a alma, está tudo perdido, e para sempre, para sempre!

 

I. A salvação eterna é certamente o negócio que sobre todos os outros mais nos interessa, porque dele depende a nossa eterna felicidade ou a nossa eterna desgraça!

Mas é desse negócio que os cristãos menos se ocupam! Não se poupa nenhum cuidado, nem se perde nenhum momento para chegar a tal dignidade, ganhar tal posto, concluir tal negócio! Por intenções materiais e mundanas, não se come, não se dorme...

Mas, o que se faz para assegurar a salvação eterna? Como é que se vive? Não se faz nada, ou melhor, faz-se tudo para a perder, e a maior parte dos cristãos vive como se a morte, o juízo, o Inferno, o Céu e a eternidade não fossem verdades da fé, mas fábulas inventadas pelos poetas.

 

Que mágoa sentimos quando perdemos um negócio, um investimento! Quantos cuidados para reparar o prejuízo! Quando se perde um animal, um carro, quantos esforços para o reaver! Ao mesmo tempo perdemos a Graça de Deus e dormimos, gracejamos e rimos! – Coisa estranha! Todos cuidam zelosamente dos negócios do mundo, mas são muitos os que não se importam em descuidar o negócio da salvação, o mais importante de todos! Reconhecem que os santos foram verdadeiros sábios, porque só trabalharam para se salvarem, mas eles mesmos ocupam-se de todas as cosias do mundo com exceção da sua própria alma!

 

Vós, - diz são Paulo, - ao menos vós, meus irmãos, aplicai-vos ao grande negócio da vossa salvação eterna, que é o negócio que mais vos interessa: "Procurai viver com serenidade, ocupando-vos das vossas próprias coisas e trabalhando com as vossas mãos, como vo-lo temos recomendado." (1 Ts 4, 11). “Porquanto”, exclama Jesus Cristo, “de que serve ao homem ganhar o mundo inteiro, se vier a perder a sua alma? Ou que dará o homem em troca da sua alma?" (Mt 16, 26).  Perdida a alma, está tudo perdido, e perdido para sempre, para sempre.

 

II. Persuadamo-nos de que a salvação eterna é para nós o negócio mais importante, por ser irreparável se não o realizarmos. Portanto, a fim de o levarmos a feliz êxito, não receemos trabalhos nem fadigas. “O Reino eterno”, diz são Bernardo, “não se dá aos preguiçosos, mas aos que se esforçarem valorosamente no serviço de Jesus Cristo.”

 

Oração

 

Meu Deus, graças Vos dou por me achar ainda aqui aos vossos Pés e não no Inferno, tantas vezes por mim merecido. Mas de que me serviria a vida que me concedeis, se eu continuasse a viver privado da vossa Graça? Nunca mais isto me suceda! Virei-Vos as costas e perdi-Vos, ó meu Supremo Bem. Arrependo-me de todo o coração, e antes tivesse morrido mil vezes! Eu perdi-Vos; mas o Profeta diz que sois todo bondade e Vos deixais achar pela alma que Vos busca (Sl 142, 10). Se no passado tenho fugido de Vós, ó Rei do meu coração, agora busco-Vos e só a Vós quero buscar.

 

Amo-Vos, Jesus, meu Deus; amo-Vos sobre todas as coisas, com todo o afecto da minha alma. Aceitai-me e não desprezeis o amor de um coração que por algum tempo Vos desprezou. Ensinai-me a fazer a vossa Vontade. Dizei-me o que devo fazer para Vos agradar; quero fazer tudo o que desejardes. Meu Jesus, salvai a minha alma, pela qual destes o Sangue e a Vida; dai-me a Graça de Vos amar sempre nesta vida e na outra.

 

Espero tudo pelos vossos Merecimentos. Confio também na vossa intercessão, ó grande Mãe de Deus e minha querida Mãe, Maria.

 

Regressar