Ave Maria Imaculada... Rezai o Terço todos os dias... Mãe da Eucaristia, rogai por nós...Rainha da JAM, rogai por nós... Vinde, Espirito Santo... Jesus, Maria, eu amo-Vos, salvai almas!

Curiosidades

Novíssimos do Homem

Novíssimos do Homem

 

Morte do Justo

Morte do Pecador

 

Ó Cristão que isto lês, olha que existe um Deus!...uma alma!...uma eternidade!...

 

LEMBRA-TE dos teus novíssimos: MORTE... JUÍZO... INFERNO... PARAÍSO...e nunca pecarás.

 

1. — Lembra-te... que foste criado somente para amares e servires o teu Deus nesta vida e o possuíres depois eternamente na outra…

2. — Lembra-te... que a morte vem chegando a largos passos e, talvez, já está mais próxima do que pensas...

3. — Lembra-te... que brevemente deves prestar conta a Deus de todo o bem que podias fazer e não fizeste, como de todo o mal que devias deixar e não deixaste…

4. — Lembra-te... que todo aquele que morrer em pecado mortal vai logo com a alma para o fogo do Inferno, e depois, no fim do mundo, para lá deverá ir também com o corpo ...

5. — Lembra-te... que tens só uma alma: salva esta, tudo estará salvo eternamente; perdida esta, tudo estará eternamente perdido...

6. — Lembra-te... que o caminho mais largo é o que leva a perdição, quem quer salvar-se, deve fazer violência a si mesmo e carregar a sua cruz...

7. — Lembra-te... que Deus merece sumo respeito em qualquer tempo e em qualquer lugar; em toda a parte está ele presente e somente dele é que depende todo o teu bem temporal e espiritual...

8. — Lembra-te... que o tempo passa e não volta mais; quanto mais vives, tanto menos para viver te resta: quem vive mal, morre mal…

9. — Lembra-te... que deves amar o teu próximo como a ti mesmo. Ai de ti se manténs rixas e desavenças...

10. — Lembra-te... que o Inferno está cheio de pecadores que queriam converter-se, mas que nunca se converteram deveras...

11. — Lembra-te... que quem quer evitar o pecado, deve fugir da ocasião; as conversações perigosas são redes do demónio...

12. — Lembra-te... finalmente que Jesus te espera para te dar o perdão das tuas culpas. Quem sabe se não seja este o último aviso?...

 

 

REFLETE E PENSA MUITAS VEZES QUE:

 

1. — As três portas maiores do Inferno são: a desonestidade, o escândalo, o furto.

2. — As três portas principais do Paraíso são: a oração, a sinceridade na Confissão, a frequência dos Sacramentos e da palavra de Deus.

3. — As três coisas principais de que devemos fugir são: as ocasiões perigosas, as más companhias, os olhares e as palavras indecentes.

4. — Os três pensamentos mais salutares são: Deus me vê... Devo morrer!... O prémio do Paraíso e o castigo do Inferno... são eternos.

5. — Os três nomes que se devem invocar com frequência são: Jesus, Maria, José.

Estou certo que hei de morrer... mas quando?... não sei... Então devo estar preparado... Apenas tiver acabado de expirar, Deus me julgará acerca de toda a minha vida, e a sentença será: ou feliz para sempre no Paraíso, ou infeliz para sempre no Inferno...

De que serve ganhar, ainda que seja todo o mundo, se depois vier a perder-me?... O pecado é o único e verdadeiro mal que pode haver no mundo!... portanto, devo fugir dele.

 

 

Novíssimos 

 

"É bom pensar nos novíssimos todos os dias... porque este pensamento é eficacíssimo para nos fazer evitar o pecado." 

 

A bíblia já se referiu mais de 70 vezes que o inferno não está vazio. E encontramos até professores de teologia e leigos, pessoas que negam a existência do inferno; quando não dizem que ele existe, mas está vazio. Esta é a falsa teologia modernista cheia de ambiguidade.

 

O inferno é um estado espiritual? Muitos têm caído neste ardil de satanás.

 

Se o inferno está vazio, onde estão os anjos decaídos, os demónios?

 

Diz a Sagrada Escritura: «Quando o rei entrou para ver os convidados, viu um homem que não trazia o traje nupcial. E disse-lhe: "Amigo, como entraste aqui sem o traje nupcial?" Mas ele emudeceu. O rei disse então aos servos: Amarrai-lhe os pés e as mãos e lançai-o nas trevas exteriores; ali haverá choro e ranger de dentes.» Mt 22,11-13; «É coisa terrível cair nas mãos do Deus vivo» Heb 10,31; «Então o Rei dirá também aos da esquerda: Apartai-vos de mim, malditos para o fogo eterno, preparado para o diabo e os seus anjos. E estes irão para o tormento eterno; mas os justos, para a vida eterna» Mt 25,41,46

 

A salvação universal

 

  Cristo não pode negar-se a si mesmo, portanto não pode negar a sua humanidade. Em Cristo todos estamos salvos, todos fomos unidos à sua natureza divina e todos fomos perdoados, resgatados do mundo do pecado. A salvação é universal, é para todos, sem distinção de raça, credo religioso, ou cultura.

 

  Aliás, Frei Leonardo Boff( Grande Filosofo dos modernista) escreveu este livro “Vida para além da morte” que: “Se eu pudesse, anunciaria esta novidade: o inferno é uma invenção dos padres para manter o povo sujeito a eles. É um instrumento de terror excogitado pelas religiões para garantirem os seus privilégios e as suas situações de força. ...O inferno é o endurecimento de uma pessoa no mal. É portanto um estado do homem e não um lugar para o qual o pecador é lançado onde há fogo, diabinhos com enormes garfos a assar os condenados sobre grelhas. (Leonardo Boff, Vida para Além da Morte. Vozes, 1985)

 

No inicio do séc. II, S. Inácio da Antioquia (110 DC) afirma: «Todo aquele que pela sua péssima doutrina, corromper a fé de Deus pela qual foi crucificado Jesus Cristo, irá ao fogo inextinguível, ele e aqueles que o escutam» (Eph 16,2).

 

 O que é a purificação?

 

É receber a ajuda daqueles que nos puxam para Deus. Com labaredas ou sem labaredas. Balthasar dizia que Deus é um fogo de amor. E esse fogo de amor é céu para quem o contempla. É juízo para quem Ele julga, é purificação ou purgatório para quem Ele quer purificar, e é inferno para quem o nega. Deus é que é o inferno para quem o nega. Porque não há nada mais horrível para alguém que não ama Deus, e que quer viver no mal, do que Deus existir. Portanto Deus é o inferno para quem o nega. Por isso Balthasar diz: e agora o que se deve fazer no meio de tudo isto? Esperar para todos a salvação! Temos a certeza de que se vão salvar? Não temos certeza de coisa nenhuma! Não temos certeza estatística! Não sabemos quantos santos há no Céu. Só sabemos os que a Igreja canoniza por serem modelo, testemunho vivo de Cristo. De resto, não sabemos quantos há condenados. E aí a Igreja nunca declarou ninguém condenado. Nem Judas. É capaz de haver porque há muita gente que realmente faz muito mal. Mas quem são? Não sabemos se à última hora eles se convertem. O mal é que se quer saber muita coisa e isto é o contrário da esperança.

 

Balthasar pergunta: o que é que podemos esperar ou o que nos é lícito esperar? Ele foi muito censurado por dizer que Deus quer salvar todos. Alguns teólogos não entendem isto. E então achavam que ele dizia que o inferno estava ‘às moscas’! Para Balthasar, não esperar que todos se salvem é não saber amar. Porque basta que um não se salve, para não poder ficar descansado. Os santos no Céu intercedem por todos, e nós na terra devemos interceder e amar a todos, e não julgar ninguém, porque juiz é só o Senhor.

 

Então porque vemos as representações figurativas do inferno como fogo?

 

Porque as pessoas acham que tudo tem de ser representado e então representam o inferno com o fogo, com um maçarico. Este fogo é o do próprio amor, que a uns fará arder o coração de mais amor, a outros acaba por queimá-los no seu próprio egoísmo, no seu próprio mal. Quem ama verdadeiramente o fogo do amor divino resplandece nesse amor. Quem não ama arde nele. Por isso, a imagem do fogo é para dizer esta coisa simples.

 

  Quem concluiu a doutrina do inferno foi o Papa Bento XII na constituição Benedictus Deus em 1336 (DS 1000). Por esta constituição, que permanecerá perpetuamente em vigência, Nós, com apostólica autoridade, definimos: 

 

  Que, conforme a disposição geral de Deus, as almas de todos os santos que partiram deste mundo antes da paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo, assim como as dos santos apóstolos, mártires, confessores, virgens e dos outros fiéis que morreram após o recebimento do santo batismo de Cristo – dado que não tinham necessidade de serem purificadas ao morrerem, ou não há de ser quando no futuro morrerem, ou se, então, nelas tiver havido algo a purificar e tiverem sido purificadas após a morte – e as almas das crianças renascidas pelo mesmo batismo de Cristo e das que serão quando forem batizadas, e morreram antes do uso do livre-arbítrio, logo depois da sua morte e da purificação mencionada aos que precisavam de tal purificação, mesmo antes de reassumir os seus corpos e antes do juízo universal, após a ascensão ao céu de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, estiveram, estão e estarão no céu, no reino dos céus e no paraíso celeste, com Cristo, junto da companhia dos santos Anjos.

 

Definimos também que, de acordo com a geral disposição de Deus, as almas daqueles que morrem em pecado mortal atual, logo depois da sua morte descem ao inferno, onde com as penas infernais são atormentadas, e que, todavia, no dia do juízo, todos os homens hão de comparecer “diante do tribunal de Cristo” com os seus corpos para prestar contas das suas ações, “para que cada um receba o que lhe toca segundo o que fez quando estava no corpo, seja de bem ou de mal” (II Cor. 5, 10).

 

 A Escritura sagrada claramente atesta a existência de um lugar de condenação eterna chamado inferno ou às vezes referido como Geena. Os exemplos são os seguintes: Jesus disse que o homem que desprezar seu irmão “incorrerá no fogo da Geena” (Mt 5,22). O Senhor advertiu: “não temam os que matam o corpo, mas não podem matar a alma. Antes, temam quem pode destruir tanto corpo como alma na Geena” (Mt 10,28). E Jesus prosseguiu: “Se a tua mão te faz cair, corta-a. É melhor entrares na vida com uma só mão do que manteres ambas as mãos e ires para a Geena com o seu fogo inextinguível” (Mc 9, 43).

Regressar