Ave Maria Imaculada... Rezai o Terço todos os dias... Mãe da Eucaristia, rogai por nós...Rainha da JAM, rogai por nós... Vinde, Espirito Santo... Jesus, Maria, eu amo-Vos, salvai almas!

Curiosidades

Ninguém foi feito para viver só

Ninguém foi feito para viver só

Lendo Génesis 2,18-25 compreendemos como Deus fez as coisas e porque fez o homem e a mulher: o Senhor percebeu que não era bom para o homem ficar sozinho.
No dia-a-dia, vemos que isto é verdade, porque não nos acostumamos com a solidão nem fomos feitos para viver com ela. A solidão é uma fonte de doenças, pois o ser humano não foi feito para ficar só.
A pessoa que vive só, vive estressada, porque não se sente segura, pois sabe que ninguém é por ela. Desde a sua existência, o ser humano convive com os outros, mas quando está separado dos outros ou não confia em ninguém, é como se estivesse sozinho e isto causa um sofrimento imenso.
A pessoa que vive só, adoece fisicamente, emocionalmente e mentalmente. Mas o facto de uma pessoa morar sozinha não significa que esteja só, porque pode ter bons amigos e um convívio social. E, estar acompanhado, não é ter alguém ao seu lado, mas dentro de si.
A solidão acontece quando tu não tens ninguém no coração e não estás no coração de ninguém. A proximidade física não tira a solidão da pessoa. O que te faz não estar sozinho é ter alguém que é por ti e que te ame, confie e abra o teu coração. Ter uma pessoa assim na vida consola-nos. Como é bom saber que alguém é por nós, ter alguém que nos corresponda e faz com que nos sintamos bem!
“Vou fazer para ele uma auxiliar que lhe corresponda.” Sabes o que é isto? É quando encontras uma pessoa que se faz gostar de si mesmo, sentir-se feliz e amado. É quando vês que a pessoa que está ao teu lado é um pedaço de ti, carne da tua carne. O Senhor mesmo diz: “Esta sim é osso dos meus ossos e carne da minha carne! Por isso um homem deixa seu pai e sua mãe, une-se à sua mulher e eles dois se tornam uma só carne.”
Duas pessoas unem-se para serem uma só carne. É uma construção que acontece no decorrer da vida, uma graça de Deus e um compromisso nosso.
Diz a Palavra que a pessoa certa para se amar é um dom de Deus, um tesouro que Ele coloca no nosso caminho. A partir do momento em que encontramos a pessoa certa e nos unimos a ela em matrimónio, o relacionamento torna-se um investimento a longo prazo.
Na vida, nós investimos em tantas coisas: estudos, trabalho, dinheiro; mas temos de ter a consciência de que nada disto nos vai acompanhar, no fim. Estes investimentos são bons e não precisamos de deixar de fazê-los, mas investir nos relacionamentos é indispensável, porque quem vai estar ao nosso lado quando envelhecermos são os amigos e a família.
Toda a relação, para ser boa, precisa de passar pela amizade, pois sem ela não existe amor. Na vida de casado, um precisa de ser amigo do outro para que o amor exista. Sem amizade a casa torna-se um inferno!
Não há amizade sem confiança e confiança sem integridade. Ser íntegro é ser completo, é estar por inteiro no relacionamento. Quando uma das partes se doa pela metade, perde-se a confiança. E quando não há confiança, não existe a amizade.
Se queres ter amigos ou um bom relacionamento amoroso, conquista a confiança deles. Se queres a confiança de alguém, sê íntegro.
O ingrediente mais importante de um relacionamento não é o que faz ou fala, mas és tu mesmo, o que tu és por inteiro. Se fores uma pessoa íntegra, serás capaz de construir relacionamentos duradouros, mas tudo vai depender do teu investimento. Ser uma só carne só depende de ti.
Pela graça do Espírito Santo, se quiseres, Deus pode tornar o teu relacionamento novo. Ele tem o poder de curar as relações feridos, aprofundar as boas e fazer novos relacionamentos surgirem. Pede ao Senhor esta graça.

Regressar