Ave Maria Imaculada... Rezai o Terço todos os dias... Mãe da Eucaristia, rogai por nós...Rainha da JAM, rogai por nós... Vinde, Espirito Santo... Jesus, Maria, eu amo-Vos, salvai almas!

Curiosidades

É preciso ser o que Deus quer!

Quero partilhar o que o Senhor por meio do Seu Espírito Santo tem feito na minha vida e no meu ministério, e espero do fundo do coração que esta partilha vos possa ajudar a uma abertura maior à novidade de Deus por que renova todas as coisas no seu Espírito.

Eu venho de uma experiência de conversão profunda, tendo passado 5 anos da minha adolescência e início de juventude no mundo das drogas, de uma sexualidade pervertida. Isto aconteceu até ao dia em que tive um encontro pessoal com Jesus há mais ou menos 14 anos atrás.

A partir deste encontro pessoal com Jesus deixei tudo o que vivia no mundo e mergulhei numa vida em Deus, e comecei com todo o fervor a “buscar as coisas do alto”. Deus conduziu-me a uma vida austera, a uma decidida busca da vivência radical do Evangelho e da sua palavra, onde tudo se fazia novo a cada dia e sentia o Espírito do Senhor conduzir-me em cada passo que dava.

Abri-me à novidade de Deus, e comecei a perceber que o próprio Senhor pela moção do Espírito me foi conduzindo à Sua plena vontade para a minha vida – ser sacerdote da Igreja. Não foi fácil aceitar o convite, pois tinha projectos pessoais para a minha vida e muitos sonhos que aos poucos fui percebendo não ser os sonhos de Deus e nem muito menos os projectos do Senhor para mim: “Sei muito bem do projecto que tenho em relação a vós. É um projecto de felicidade, não de sofrimento: dar-vos um futuro, uma esperança”. (Jr 29, 11). Tomo este texto do profeta Jeremias, na sua carta aos exilados, para testemunhar que ao me abandonar ao projecto do Senhor para a minha vida, pude experimentar a plenitude da felicidade, descobri então, o meu lugar na Igreja – ser Padre!

Sempre fui ousado, e hoje tenho experimentado os frutos desta ousadia no meu ministério. Tenho apenas um ano e quatro meses de Padre, e tenho visto o Senhor fazer coisas tremendas por meu intermédio, não porque eu seja bom, mas porque me abandono todos os dias nas suas mãos e desejo ser melhor e ser usado pelo Senhor. Tenho visto conversões, milagres, vidas renovadas e restauradas pelo meu sim. Recordo-me das palavras de Santa Catarina de Sena, também usadas por João Paulo II: “Se fordes o que deveis ser, poreis fogo no mundo”. O que mais quero hoje é ser o que devo ser, ou seja, assumir toda a unção que é prometida por Jesus no meu ministério sacerdotal, colocar-me sempre à disposição do Espírito Santo para Ele fazer em mim e através de mim o que Ele quiser e não o que eu quero, ser cada dia mais conduzido pelo Espírito e pela palavra de Deus.

Só posso dizer-te: deseja do fundo do teu coração fazer a experiência com o Espírito Santo, abre-te aos dons e ministérios que o mesmo Espírito Santo concede de graça, e deixa que o próprio Senhor te leve a ser o que deves ser. Não tenho dúvidas que a tua casa não será a mesma; a tua família não será a mesma; o teu casamento não será o mesmo; os teus amigos não serão o mesmo; a tua escola e faculdade não serão os mesmos; a tua vida vai ser transformada e tu serás instrumento do poder de Deus por onde passares. O mundo precisa de ver este lindo espectáculo, Satanás precisa de ser derrotado pela nossa entrega ao Senhor e pela nossa abertura ao Espírito Santo, aos seus dons, carismas e frutos. Deus conta comigo e contigo!

Sê tu assim também! Assim vamos permitir que o Espírito Santo renove a face da terra!

Pe. Roger Luís

 

 

Regressar