Venerando Papa Joćo Paulo I (1912-1978)
“FOI A MINHA MÃE QUEM ME ENSINOU”

João Paulo I começou a sua última audiência geral em Setembro de 1978 rezando o acto de caridade: “Eu vos amo, meu Deus, de todo o coração e sobre todas as coisas, porque sois infinitamente bom e amável, e a nossa eterna felicidade. Por vosso amor, amo o meu próximo como a mim mesmo e perdôo as ofensas recebidas. Senhor, que eu te ame sempre mais”.
É uma famosíssima oração com as palavras da Bíblia. Foi a minha mãe quem me ensinou. Continuo a rezá-la várias vezes por dia”.
Pronunciou estas palavras sobre a sua mãe com tanta ternura que aqueles que estavam na sala de Audiências responderam com um aplauso impetuoso. Entre eles, uma jovem mulher disse com lágrimas nos olhos: “Como é comovedor que o Papa fale da sua mãe! Agora entendo melhor quanta influência nós, mães, podemos ter sobre os nossos filhos.”.