O amigo invisível

O amigo invisível

 

Um certo senhor acompanhado pela sua filhinha ia subir uma montanha bastante alta; sugeriu que a menina fosse na frente e ele atrás. Ela começou a subida com muito entusiasmo pois queria mostrar ao pai como era forte e capaz.

O caminho, porém, tornava-se cada vez mais íngreme e difícil e a menina por isso de vez em quando caía; mas, porque era corajosa, levantava-se e retomava novamente a subida.

Os espinhos do mato rasgavam-lhe a roupa e a pele, mas mesmo assim continuava a subir… Finalmente, não conseguia mais e deu um tombo muito grande. Chorando voltou-se para o pai… Este tomando-a nos braços levantou-a e levou-a até ao cimo. O Pai nunca esperou que ela subisse sozinha.

 

Deus não quer que subamos a montanha da vida sozinhos. Toda a nossa experiência nos ensina que temos um grande amigo invisível, mas muito real, que espera o momento em que nós, conscientes da nossa fraqueza nos voltemos para Ele em busca da protecção e auxílio que Ele nos quer dar.