Cada um dá o que tem

CADA UM DÁ O QUE TEM

 

Duas fazendeiras moravam próximas uma da outra, mas não eram amigas. Uma era cristã, a outra não e tinha mesmo aversão aos cristãos.

 

Um dia, esta senhora, com o coração cheio de ódio, resolveu insultar a piedosa senhora, mandando-lhe como presente uma cesta cheia de estrume de animais, e com um cheiro insuportável.

Quando o presente chegou às mãos da vizinha generosa, ela chamou a empregada e disse: Vai ao jardim, colhe as mais belas e cheirosas flores, enche uma cesta e envolve-a com um laço bonito.

Depois de tudo preparado, escreveu um bilhete e colocou-o também dentro da cesta. A empregada foi entregar o presente, em nome da sua patroa piedosa, à vizinha inimiga.

Quando ela abriu a cesta sentiu um agradável perfume. Mas, ao ler o bilhete, viu a mensagem que descrevia tudo o que estava a acontecer: “CADA UM DÁ O QUE TEM”.