Avů doente e analfabeta evangeliza em aldeia chinesa

Avó doente e analfabeta evangeliza em aldeia


A vários quilómetros de Pequim existe uma aldeia povoada por católicos muito devotos como a avó Xiu Lan, que nos seus 83 anos de idade não permite que a doença, o clima ou as suas limitações temporais lhe impeçam de compartilhar a fé com os seus compatriotas.
Segundo um repórter da agência Fides, a avó – cujo nome de baptismo é Isabel – é conhecida na aldeia e em toda a região pela sua grande fé e porque apesar de ter passado fome e ter as costas curvadas, "
cada manhã, no verão e no Inverno, é sempre a primeira a chegar à igreja da aldeia para assistir à Missa às cinco e meia da manhã
" e "terminada a Missa, quando as pessoas se foram, fica a limpar a igreja".
O mais surpreendente é o seu apostolado. "Cada manhã a avó percorre 20 quilómetros
para visitar os idosos sem assistência ou sem parentes, preparando-lhes a comida e, principalmente, falando-lhes de Jesus Cristo".
"Os seus familiares só a vêem à noite. Graças a ela, ao menos 20 anciãos conheceram Jesus e foram baptizados. Mas também os jovens são seus amigos e numerosas jovens, com a sua ajuda, são agora fervorosas católicas".
Quando alguém pergunta à Xiu onde encontra a força para fazer tudo isto, ela responde: "Nós somos filhos de Deus, somos protegidos pelo Senhor. Pensem quão doloroso seria morrer sem conhecer a Deus misericordioso! Basta-me pensar isto para sentir imensa tristeza. Ajudar o próximo a conhecer a Jesus é a nossa tarefa!"