Senhor, nosso Deus, continua a aproximar-Te de nós,
convoca-nos a ser protagonistas da nossa resposta generosa.
Como Moisés, faz-nos estar atentos aos sinais da tua presença
e disponíveis à tua voz que atende ao grito dos mais pobres.
Cria em nós um sentido de serviço e de comunhão para que,
descalços dos medos que nos fecham aos demais,
nos abramos à libertação dos oprimidos.
Assim, partiremos ao encontro dos que mais precisam
e vivermos com eles o desafio da tua Boa Nova
que é plena Libertação.