Alunos inteligentes

  ALUNOS... INTELIGENTES

Professor: O que devo fazer para repartir 11 batatas por 7 pessoas?
Aluno: Puré de batata, senhor professor!

Professor: - Joaquim, diz o presente do indicativo do verbo caminhar.
Aluno: - Eu caminho... tu caminhas... ele caminha...
Professor: - Mais depressa!
Aluno: - Nós corremos, vós correis, eles correm!


Professor: "Chovia" que tempo é?
Aluno: É tempo muito mau, senhor professor.


Dois alunos chegam tarde à escola e justificam-se:
- O 1º Aluno diz: Acordei tarde, senhor professor! Sonhei que fui à Polinésia e a viagem demorou muito.
- O 2º Aluno diz: E eu fui esperá-lo ao aeroporto!


Professor: Podes dizer-me o nome de cinco coisas que contenham leite?
Aluno: Sim, senhor professor. Um queijo e quatro vacas.

Um aluno de Direito a fazer um exame oral: O que é uma fraude?
Responde o aluno: É o que o Sr. Professor está a fazer.
O professor muito indignado: Ora essa, explique-se...
Diz o aluno: Segundo o Código Penal comete fraude, todo aquele que se aproveita da ignorância do outro para o prejudicar!


PROFESSORA: Maria, aponte no mapa onde fica a América do Norte.
MARIA: Aqui está.
PROFESSORA: Correcto. Agora a turma toda: quem descobriu a América?
A TURMA: Foi a Maria.


PROFESSORA: Joãozinho, diz sinceramente, tu rezas antes de cada refeição?
Joãozinho: Não professora, não preciso... A minha mãe é uma boa cozinheira.


PROFESSORA: Artur, a tua redacção "O Meu Cão" é exactamente igual à do teu irmão. Tu copiaste?
ARTUR: Não, professora. O cão é que é o mesmo.


PROFESSORA: Bruno, que nome se dá a uma pessoa que continua a falar, mesmo quando os outros não estão interessados?
BRUNO: Professora.