A NOSSA SENHORA DA VIDA

                                           A NOSSA SENHORA DA VIDA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ó Maria,
Aurora do mundo novo, mãe dos viventes,
Confíamo-Vos a causa da vida.

Olhai, Mãe, para o número sem fim
De crianças a quem é impedido nascer,
De pobres para quem se torna difícil viver,
De homens e mulheres
Vítimas de violência desumana,
De idosos e doentes
Assassinados pela indiferença
Ou por uma suposta compaixão.

Fazei com que todos aqueles
Que crêem no vosso Filho
Saibam anunciar com desassombro e amor,
Aos homens do nosso tempo,
O Evangelho da vida.

Alcançai-lhes a graça de o acolher
Como um dom sempre novo,
A alegria de o celebrar com gratidão
Em toda a sua existência,
E a coragem para o testemunhar
Com tenacidade,

A fim de construírem,
Juntamente com todos os homens
De boa vontade,
A civilização da verdade e do amor,
Para louvor e glória de Deus Criador
E amante da vida.
Ámen.
João Paulo II, in “O Evangelho da Vida”, nº105