Para distrair

 

O som do coração

Uma enfermeira da área pediátrica, antes de examinar o tórax, colocava o estetoscópio nas orelhas das crianças e deixava-as ouvir os seus próprios corações.
Os seus olhos iluminavam-se de surpresa e alegria, mas nunca recebeu uma resposta igual ao comentário feito por David, de quatro anos. Delicadamente, ela colocou o estetoscópio nas suas orelhas e o disco sobre o seu coração.
“Ouve”, disse ela: “O que achas que é?” Ele juntou as sobrancelhas em perplexidade, olhou para cima como se estivesse perdido no mistério do estranho toque-toque ou tum-tum -tocando no fundo do seu peito. O seu rosto iluminou-se e perguntou: “É Jesus a tocar no coração”?

 

 

Quando Deus quer

Uma senhora muito pobre telefonou para um programa cristão de rádio pedindo ajuda. Um bruxo que ouvia o programa resolveu pregar-lhe uma partida. Conseguiu o seu endereço, chamou os seus secretários e ordenou que fizessem uma compra e a levassem à mulher, com a seguinte orientação:
- Quando ela perguntar quem mandou, respondam que foi o diabo!
Ao chegarem a casa, a mulher recebeu-os com alegria e guardou logo os alimentos.
Os secretários do bruxo, conforme a orientação recebida, perguntaram-lhe:
- A senhora não quer saber quem lhe enviou estas coisas?
A mulher, na simplicidade da fé, respondeu:
- Não, meu filho. Não é preciso. Quando Deus manda, até o diabo obedece!

 

 

Antes da refeição

Um catequista, andando pelo deserto, vê um leão aproximar-se. O catequista ajoelha-se e reza, para que a fera não lhe faça mal. Depois de um tempo, olha para o leão e fica admirado por vê-lo a rezar. Tu és cristão? Pergunta o catequista.
- Não, responde o leão, mas rezo sempre antes das refeições.

 

 

Juramento

Um imperador fez o juramento de conquistar e eliminar do seu reino todos os seus inimigos.
Algum tempo depois, os súbditos viram o imperador que passeava pelos jardins imperiais, acompanhado com os seus piores inimigos, rindo e brincando com eles. Surpreendido, perguntou um dos seus cortesãos:
- O senhor não tinha jurado eliminar do seu reino todos os seus inimigos?
- Certamente! Todos foram eliminados da minha lista, respondeu o imperador, tornei-os todos meus amigos!...

 

 

Que qualidades mais admiras em ti?

Escreve cinco, cada uma delas em papéis separados.
Admiras estas tuas qualidades noutras pessoas?
Então, presenteie as pessoas com a tua apreciação.

 

 

Pensa, responde e pergunta:

Se tu fosses uma flor, que flor serias?
Se fosses uma árvore, que árvore serias?
Se fosses uma cor, uma residência...

 

 

Se tu morresses, hoje:

Quem sentiria a tua falta?
O que desejarias ter realizado?
Que presente darias ao mundo?

 

 

Trocadilhos

Bons não estão os negócios de algodão, mas sempre algo dão.

Está bom, mas nem tanto. No entanto, se uma palavra fizer bem, já está bom.

 

 

Parábola do Lápis

No princípio, o fazedor de lápis disse ao lápis:
- Precisas de saber cinco coisas, antes que eu te mande ao mundo.

Primeiro: Serás capaz de fazer grandes coisas, mas apenas se permitires ser seguro pelas mãos de alguém.

Segundo: De tempos a tempos experimentarás cortes doloridos, mas isto é necessário para que te tornes um lápis melhor.

Terceiro: Tens a habilidade para corrigir qualquer erro que possas cometer.

Quarto: O mais importante será sempre o que está dentro de ti.

Quinto: Tens de continuar a escrever em qualquer condição. Deves sempre deixar uma marca clara e legível, não importa quão difícil seja a situação.

O lápis compreendeu, prometendo lembrar-se de tudo e foi para a caixa, ciente do desejo do seu Criador.
Substituindo o lápis, lembra de te tornares uma pessoa assim:

Primeiro: Serás capaz de grandes coisas, se permitires ser sustentado pelas mãos de Deus, e deixares que outros se aproximem para partilhar.

Segundo: De tempos a tempos experimentarás sofrimentos profundos, enfrentando vários problemas, mas isto será necessário para te tornares uma pessoa forte.

Terceiro: Serás capaz de corrigir erros que possas cometer e até crescer com eles.

Quarto: O mais importante será sempre o que está dentro de ti.

Quinto: Por onde andares, deves deixar marcas e continuar a servir a Deus em tudo.

Lembrar que fomos feitos pelo Criador com um objectivo único e especial, permite-nos continuar a vida numa relação diária com Deus.
 

SABIAS QUE…

 1 - A iluminação pública em Lisboa principiou em 1780, sendo as principais ruas iluminadas a azeite?

2 - Os Lusíadas compõem-se de 10 cantos, 1.102 estrofes, 8.816 versos, 55.433 palavras e 250.470 letras?

3 - A invenção os tacões de calçado é atribuída ao imperador Augusto, por ser um homem muito baixo?

4 - O maior sino do mundo pertence a um mosteiro budista situado nas proximidades do Cantão, na China.
Foi moldado no ano 1400 medindo cinco metros e meio de altura por 13,80 metros de circunferência. Para se ter uma ideia do seu tamanho gigantesco basta dizer que dentro dele poderia ser alojada uma pequena família. Apesar de ser tão grande o seu som é mavioso, de uma harmonia singular.

 

O médico: - Não se esqueça que as bebidas lhe abreviam os dias.
O doente: - Lá isso é verdade, senhor Doutor. Os dias em que não bebo parecem-me mais compridos.


 

Duas amigas encontram-se na avenida.
- O meu filho já entrou para a universidade.
- É estudante?
- Não, é o porteiro!


 

Conta-se que um cavalheiro tendo perdido um guarda-chuva mandou publicar um anúncio prometendo uma recompensa a quem lho entregasse.
Passados dois dias foi à redacção do jornal queixar-se de que o anuncio nenhum resultado lhe trouxe.
O redactor que o atendeu disse-lhe: - Pois claro, a culpa é sua. O anúncio estava mal redigido. Se mo permite, mande publicar um outro que eu componho.
No dia seguinte saiu o seguinte anúncio:
“Na igreja “X” foi vista uma pessoa cujo nome se conhece sair com um guarda-chuva que lhe não pertencia. Se quiser conservar a sua reputação de honestidade e evitar dissabores, essa pessoa deve devolver o guarda-chuva para a rua tal, nº tantos…
Dois dias depois, na morada indicada, eram entregues 12 guarda-chuvas, todos novos…


- Olá, meu caro Veríssimo! Já almoçaste?
- Já, sim.
- Tenho pena. É que se não tivesses almoçado, podias vir almoçar comigo.
Passados dias, novo encontro e nova pergunta.
- Já almoçaste?
- Não, hoje ainda não.
- Então não te quero demorar. Vai ao teu almoço e conversaremos noutra ocasião.

 

 

SABIAS QUE...

Uma formiga pode levantar 50 vezes o seu próprio peso.

A lagarta tem aproximadamente 2.000 músculos..

A toupeira pode cavar um túnel de 90 metros de comprimento numa noite.

As cobras "cheiram" com a língua, que capta os odores da terra ou do ar.

Um espirro pode atingir uma velocidade de 160Km/h.

São precisos 17 músculos para sorrir, mas 43 para fechar a cara.

 

DICIONÁRIO DO CÃO

Esposa do cão – cão dela
Filho do cão – cão chorro
Luta do cão – cão bate
Arma do cão – cão nivete
Música do cão – cão tiga
Guiso do cão – cão painha
Lâmpada do cão – cão deia
Vestido do cão – cão misa
Doce do cão – cão pota
Cão velho – cão duco
Cão amigo – cão marada
Cão da mesma terra – cão terrâneo
Porta do cão – cão cela
Cão banqueiro – cão bista
Sinceridade do cão – cão fiança
Oferecimento do cão – cão vite
Cão vencedor – cão peão
Bando de cães – cão bada
Salto de cão – cão balhota
Cinema de cão – cão marote

A CONTA DO PINTOR 

Um pintor, depois dos trabalhos de restauro de vários quadros duma igreja, em França, apresentou a seguinte factura: 1. Uma corda nova para prender o bom ladrão: 50 francos
2. Lavar Pilatos e pôr-lhe um cinto novo: 85.
3. Limpar os cornos do boi e as orelhas ao burro: 79.
4. Avivar a barba de
S. José e
limpar o bordão: 55.
5. Dourar o manto dos Reis Magos e avivar o ouro, incenso e mirra: 180.
6. Envernizar toda a Arca de Noé: 580.
7. Mudar a cauda ao galo de S. Pedro e fazer-lhe uma crista nova: 38.
8. Limpar a criada de Pilatos e pôr-lhe dois brincos: 420.
9. Pôr a Lua a brilhar e dourar as estrelas: 110.
10. Acrescentar mais algumas chamas ao Purgatório: 30.
11. Coser a camisa do filho pródigo e lavar os seus porcos: 80.
12. Lavar a cabeça a Santo António: 42.

 CRUZ DE CARAVACA
 

Qual a origem e significado da Cruz de Caravaca?

A cruz de Caravaca é um crucifixo no qual a figura de Jesus é ladeada por dois anjos.
Segundo a tradição popular apareceu milagrosamente a 3 de Maio de 1232, no Castelo de Alcázar, na cidade de Caravaca, Espanha. Diz-se que possui um fragmento da cruz em que Jesus foi crucificado.
Caravaca é uma antiga cidade do interior da Espanha.

 Conta a lenda que o Príncipe Mouro IbnHud, conhecido por Muhammad ben Yaquib (os mouros dominavam a região na época) desejava conhecer a fé cristã. Quando soube que um dos seus prisioneiros era o pároco Gines Perez Chirinos, ordenou-lhe que celebrasse uma missa. Os seus servos limparam uma sala do castelo de Alcázar e montaram um altar de acordo com a lista e indicações do sacerdote preso. No dia escolhido para a celebração estavam presentes o príncipe muçulmano, a sua família, os seus servos e alguns soldados.
Logo no princípio, o Padre Perez Chirinos sentiu falta da cruz. Apreensivo, teve que explicar a todos que não poderia continuar a Missa sem uma cruz. Diante desta situação um milagre aconteceu: surgiram pela janela dois anjos que trouxeram uma cruz e a colocaram no altar.
O Príncipe, a sua família e todos os muçulmanos, que estavam no local, converteram-se ao cristianismo. O pároco e os prisioneiros foram libertados.
Mesmo que o facto seja lendário, o que importa é a adoração da cruz, que nos lembra a veneração devida à paixão de Cristo.

 

QUE DIZ:

Que diz o olho à pestana?
 - Baixa a persiana, que a menina tem sono.
Que diz um cego a outro cego?
- Até à vista
Que diz um pato a outro pato?
- Estamos empatados.
Que diz o mar a um que se afoga?
- Nada!
Que diz a Lua ao Sol?
- Tão grande e não te deixam sair à noite?
Que diz um olho ao outro olho?
- Não nos podemos ver!

 

 

AO COMEÇAR O NOVO ANO

O ESTUDIOSO: Este ano vou bater o record de estudar 18 horas diárias. Que sabor!
O PREGUIÇOSO: Dizem que basta estudar uma hora por dia para passar. Vou experimentar!
O MAU ESTUDANTE: Menos mal que já só faltam três meses para as férias do Natal!
O PROFESSOR: Tenho de repassar a matéria, porque já me esqueci do que ensinei o ano passado!

 

 

DEFINIÇÕES

Criança – Pessoa miúda a quem os pais não consentem que faça aquilo que eles fizeram quando eram daquela idade.
Guarda-chuva – Utensílio de que nos lembramos quando nos molhamos.
Dentista – Homem que arranca os dentes aos outros para dar de comer aos seus.
Barbeiro – Homem que vive daquilo que cresce aos outros.
Sinónimo – Palavra de que nos servimos quando não sabemos escrever a outra.

 

 

TRUQUE À AMERICANA

Coloca um copo de água sobre uma mesa. Cobre-o com um guardanapo.  Com um pedaço de papel faz um canudo e depois finge que bebes a água sem tirar o guardanapo. Depois de breves instantes convidas um teu colega a levantar o guardanapo para ver. Nesse instante, com toda a naturalidade, pega no copo e bebe a água…e conseguiste beber a água sem (tu) tirares o guardanapo.


 

- O que vais dar de presente ao teu pai, no Natal?
- Vou dar-lhe um cinto e um terno.
- Tudo isto?
- Sim! Vou-lhe dizer: Sinto muito, não lhe comprei nada. Aceite o meu terno abraço.    

 

 

 

No fim da missa o tesoureiro da paróquia dirigiu-se aos fiéis dizendo:
- Tenho três notícias para vos dar: uma ruim, uma boa e outra má.
A notícia ruim é que estamos a precisar de um telhado novo, o que nos vai custar muito dinheiro.
A boa notícia é que já temos o dinheiro. A outra má notícia é que o dinheiro está no vosso bolso.
   

 

 

 

Era época de Natal e o juiz queria ser benevolente ao interrogar o réu.
- De que é acusado, senhor?
- De fazer as compras de Natal antes do tempo.
- Mas... isso não é crime! Com que antecedência você fez as suas compras?
- Bem, doutor, foi antes da loja abrir.
    

 

 

 

Na prova de final de ano, o aluno apenas escreveu:
Esta prova é muito difícil! Só Deus sabe responder.
Feliz Natal!
O professor anotou:
Para Deus, Dez! Para ti, Zero!
Feliz Ano Novo!    

 

 

 

Um peregrino, voltando de Jerusalém, é interpelado pelo guarda da alfândega:
- O que traz nesta garrafa?
- Água da Terra Santa.
O guarda destapa a garrafa e diz:
- Isto não é água, é Wisky!
- Oh! Mais um milagre!...louvado seja Deus.
   

 

 

 

Três sujeitos discutiam sobre quem tinha a profissão mais antiga.
- Não que eu queira contar vantagem – disse o marceneiro, mas os meus antepassados construíram a Arca de Noé.
- Isso não é nada! – respondeu o jardineiro,
Foram os meus antepassados que plantaram o Jardim do Éden.
- Tudo bem – disse o electricista - mas quando Deus disse “Faça-se a luz”, quem é que vocês acham que fez a instalação eléctrica?!

 

 

Os santos mais brilhantes? - São Claro, Santo Iluminado.
A Santa mais escura? - Santa Fusca.
Os mais amáveis? - São Gentil e Santo Urbano.
O mais paternal? - São Paterno.
O mais liberal? - São Generoso.
As Santas mais triunfantes? - Santa Vitória e Santa Gloriosa.
O que mais sabe de agricultura? - Santa Agrícola.
Os mais ricos? - Santo Abundâncio e São Fausto.
O mais pobre? - São Paupério.
O que nunca aceita o 1º lugar? - São Segundo.
Os que têm mais sorte? - São Fortunato e São Boaventura.
O mais constante? – São Fiel.
A mais madrugadora? – Santa Aurora

 

 

 

PENSAMENTOS

- Permanece jovem a alma que não se curva sobre si mesma e avança na vida, sustentada pela fé e pela esperança. Pe. Congar

- A nossa época tem necessidade de homens que sejam como as árvores, plenos de uma paz silenciosa, que se enraíza ao mesmo tempo na terra e no céu. Olivier Clément

- No oceano do amor divino, cada um colhe segundo a capacidade do cântaro que traz. S. João da Cruz

- Ensina desde a infância aos teus filhos que o pão e a felicidade existem para serem divididos.

- Se procuras uma eficiente mão disposta a ajudar-te, tu a encontrarás no final do teu braço.

- “A falsa ciência gera ateus; a verdadeira ciência leva os homens a curvarem-se diante da divindade.” (Voltaire)

- “Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Por isso, aprendamos sempre.” (Paulo Freire)

- “É muito melhor arriscar coisas grandiosas na vida, alcançar triunfo e glória, mesmo expondo-se à derrota, do que formar fila com os pobres de espírito, que não gozam muito, nem sofrem muito, pois vivem na penumbra cinzenta, daqueles que não conhecem vitória nem derrota”. (Theodore Roosevelt)

 

 

Fé verdadeira

O povo precisava de chuva e pediu ao pároco para rezar uma missa a pedir chuva. O padre alegou que o povo não tinha fé. Após muita pressão, aceitou celebrar a missa.
Antes de iniciar, passeou entre os fiéis e voltando ao altar confirmou:
- Não haverá missa, vocês não têm fé.
O Presidente da Junta da localidade retrucou:
- Todos temos fé, pois a igreja está cheia.
Então o padre questionou:
- Quem dentre vós trouxe um guarda-chuva?! Todos abaixaram a cabeça.

 

 

Espelho

Certa mãe enviou um presente à sua filha no pensionato. Quando a ela abriu o pacote, viu tratar-se de um espelho, com os seguintes dizeres: Assim és, minha filha. Uma seta indicava o reverso, e nele uma foto de Cristo com a inscrição: Assim deverás tornar-te.

 

 

Sabedoria

Uma professora levou as suas crianças a visitar um velhinho. Admirada da sua sabedoria e bondade perguntou:
Avô, de onde lhe vem tanta sabedoria?
Ele responde: Todos os dias estudo três livros.
O primeiro é o grande livro da natureza, onde contemplo a dinâmica de todas as realizações de Deus.
O segundo é o livro da Bíblia, onde leio a mensagem de salvação revelada a todos.
O terceiro é o livro da minha consciência, que me adverte de todas as coisas boas e más que faço.

 

 

Confiança

Com a casa em chamas um dos filhos menores vai à janela e começa a gritar. Pai, pai! O fumo intenso não permitia a visibilidade do menino, mas ele via bem e disse: Meu filho, atira-te que eu seguro-te. Mas o filho gritava:
- Pai, eu não te vejo! O pai insistiu: Meu filho, vejo-te eu; é quanto basta!
Confiante, o filho atirou-se nos braços do pai, e foi salvo.

 

 

Bem e Mal

O Bem e o Mal foram tomar banho.
Saindo primeiro, o Mal pegou nas vestes do bem e sumiu-se. Quando o Bem saiu, não encontrou as suas vestes. Teve que colocar as do Mal.
É por isso que o Mal anda por aí disfarçado em Bem... Cuidado!

 

 

Dizem que...

- Rir durante o dia faz com que durmas melhor à noite.

- Os CD foram concebidos para aceitar 74 minutos de música, porque esta é a duração da Nona Sinfonia de Beethoven.

 

 

Perguntas intrigantes

1 - Por que é que a palavra “grande” é menor do que a palavra “pequeno”?

2 - Por que é que “separado” se escreve tudo junto e “tudo junto” se escreve separado?

3 - Se os homens são todos iguais, por que é que as mulheres escolhem tanto?


- O seu cão deixa a gente chegar perto dele?
- Naturalmente que deixa. Senão, como é que ele poderia morder?

- O meu cão é um animal com árvore genealógica.
- Pois ao meu qualquer árvore lhe serve…

- Viajei tanto que posso dizer que conheço geografia.
O amigo, novo rico: - Bem, eu em geografia nunca estive, mas no próximo verão sou bem capaz de lá ir.

 

 

Estratégias de venda

- Trago aqui belíssimos sabonetes…
- Não quero, pode ir embora!
- Desculpe tê-la incomodado, minha senhora, mas julguei que a sua vizinha não tinha razão no que disse!
- Mas… o que disse ela?
- Disse que escusava de bater à sua porta porque a senhora nunca se lavava!
- Ora, essa atrevida! Dê-me meia dúzia de sabonetes!

 

 

CLUBE DOS PREGUIÇOSOS

1 - Nasce-se cansado e vive-se para descansar
2 - Ama a tua cama como a ti mesmo
3 - Se vires alguém a descansar ajuda-o
4 - Descansa de dia para dormires à noite
5 - O trabalho é sagrado. Por isso não lhe toques
6 - Aquilo que podes fazer amanhã, não o faças hoje
7 - Trabalha o menos que puderes. O que tens para fazer, faz com que outro o faça
8 - Nunca ninguém morreu por descansar muito
9 - Quando te vier a vontade de trabalhar, senta-te e espera que te passe
10 - Se o trabalho dá saúde, que trabalhem os doentes

 

 

Algumas gafes cometidas em Tribunais...
tiradas do livro "Desordem no tribunal"

P: Essa doença, a miastenia gravis, afecta a sua memória?
R: Sim.
P: E de que modo é que ela afecta a sua memória?
R: Bom, eu esqueço-me das coisas.
P: Esquece!!! Pode dar um exemplo de algo de que se tenha esquecido?
________________________________________________

P: Que idade tem o seu filho?
R: 38 ou 35, não me lembro ao certo...
P: Há quanto tempo é que ele mora consigo?
R: Há 45 anos.
______________________________________________

P: O seu filho mais novo, o de 20 anos...
R: Sim?!...
P: Que idade é que ele tem?
______________________________________________

P: Ela tinha 3 filhos, certo?
R: Certo.
P: Quantos eram rapazes?
R: Nenhum.
P: E quantos eram meninas?
_______________________________________________

P: Poderia descrever o suspeito?
R: Tinha estatura média e usava barba.
P: Era homem ou mulher?
_______________________________________________

P: Doutor, quantas autópsias já realizou em pessoas mortas?
R: Bem... Todas as autópsias que fiz foram todas em pessoas mortas...
_______________________________________________

P: Aqui no Tribunal, para cada pergunta que eu lhe fizer, a sua resposta
deve ser oral, entendido? Que escola é que você frequenta?
R: Oral.
_______________________________________________

P: Doutor, o senhor lembra-se da hora em que começou a examinar o corpo da vítima?
R: Sim, a autópsia começou às 20:30.
P: E o Sr. Décio já estava morto a essa hora?
R: Não!!!... Ele estava sentado na maca, e perguntava porque é que eu estava a autopsiá-lo...

 

 

O que se aprende com miúdos do 2º ano

- A Bíblia dos Muçulmanos chama-se Kodak.
- O Papa vive no Vácuo
- Antigamente na França os criminosos eram executados com a Gelatina
- Em Portugal os homens e as Mulheres podem casar. A isto chama-se monotonia.
- Os homens não podem casar com homens porque então ninguém podia usar o vestido de noiva.
- Um seguro de vida é o dinheiro que se recebe depois de ter sobrevivido a um acidente grave.
- Adoptar uma criança é melhor! Assim os pais podem escolher os filhos e não têm de ficar com os que lhe saem.
- Adão e Eva viviam em Paris
- As vacas não podem correr para não verterem o leite.
- Os douradinhos já estão mortos há muito tempo. Já não conseguem nadar!
- Eu não sou baptizado, mas estou vacinado.
- O meu tio levou o porco para a casota e lá foi morto juntamente com o meu avô.
- Quando o nosso cão ladrou de noite a minha mãe foi lá fora amamentá-lo. Se não os vizinhos ficavam chateados.
- A minha tia tem tantas dores nos braços que mal consegue erguê-los por cima da cabeça e com as pernas é a mesma coisa.
- Um círculo é um quadrado redondo 
- A terra gira 365 dias todos os anos, mas a cada 4 anos precisa de mais um dia e é sempre em Fevereiro. Não sei porquê. Talvez por estar muito frio.


"Um bêbado chegou a casa de madrugada, sem chave de casa, e disse:
- Mulher, abre a porta!
A esposa responde: Não são horas de chegar a casa! Não vou abrir!
O bêbado insiste e a esposa recusa-se a abrir, até que o bêbado diz:
- Abre! Eu trouxe a flor mais linda do mundo, para a mulher mais linda do mundo.
Então a mulher abre a porta e o marido vai directo para o quarto.
Ela pergunta: - Então, onde está a flor mais linda do mundo?
Ele responde com outra pergunta:
- E onde está a mulher mais linda do mundo?"


 

Para divertir, pensar e rezar

Estavam no meio da mata, um mineiro e o seu parente. De repente, surge um terrível e feroz leão rugindo na frente dos dois. Um olhou para o outro. Imaginem o que devem ter pensado. O mineiro, sossegado, assentou-se num tronco de árvore, descalçou as pesadas botas e calçou uns ténis muito mais leves e macios. O parente começou a rir e a caçoar do coitado do mineiro:
– "Deixa-te de ser cómico, primo. Achas que com os ténis vai correr mais do que um leão?"
O mineiro, respondeu: "Eu não estou a pensar correr mais do que o leão. Eu só preciso é de correr mais do que tu!"
Os "ténis" que nos fazem correr mais rápido é o perdão. S. Paulo ensina-nos: “não deis entrada ao demónio. Ele é como um leão que ruge e nos ameaça."


- Irritado com os seus alunos, o professor lançou um desafio:
– "Todo aquele que se julgar burro faça o favor de ficar de pé."
Toda a sala permaneceu sentada. Alguns minutos depois, o Gervásio levantou-se. O professor, espantado, questionou:– "Quer dizer que tu assumes que és um grande burro, Gervásio?"– "Bem, para dizer a verdade, professor, não me acho um burro. Mas fiquei com pena de ver o senhor, de pé, sozinho..." Nem todos os alunos são burros…

 

 

PROVÉRBIOS

1 - Quem dá aos pobres, empresta a Deus.
2 - Longe da vista, longe do coração
3 - Quem tudo quer, tudo perde.
4 - De mal agradecidos, está o inferno cheio.
5 - Deus dá o frio conforme a roupa.
6 - Quem porfia, mata caça.
7 - Quem tem telhados de vidro, não atire pedras ao do vizinho.
8 - Mais vale prevenir, do que remediar.
9 - Há males, que vêm por bem.
10 - Nunca é tarde, para nos emendarmos.
11 - Quem cala, consente.
12 - Um teimoso nunca está só.
13 - Prata, é o bom falar; oiro, é o bom calar.
14 - De pequenino, se torce o pepino.
15 - As aparências, iludem.
16 - O homem põe e Deus dispõe.
17 - Muitos poucos, fazem muitos.
18 - Contra a força, não há resistência.
19 - Muito riso, pouco siso.
20 - Quem não arriscou, nem perdeu, nem ganhou.
21 - Os pecados dos nossos avós fazem-nos eles e pagamo-los nós.
22 - Quem não deve, não teme.
23 - Cá se fazem, cá se pagam.
24 – Quem não tem unhas, não toca viola.
25 – Vale mais quem Deus ajuda, do que quem muito madruga.


 

PENSAMENTOS

- Uma língua afiada pode cortar a própria garganta.

- Se eu quiser que meus sonhos se realizem, não posso dormir demais.

- A minha felicidade depende da qualidade dos meus pensamentos.

- A coisa mais pesada que carregamos é a vingança.

- Mentimos mais alto quando mentimos para nós mesmos.

- Se não tenho coragem para começar, então já acabei.

- Uma coisa que não se pode reciclar é o tempo perdido.

- A nossa mente é como um pára-quedas: só funciona aberto.

- Ninguém disse que a vida seria fácil, só que vale a pena.

- Os amigos são como os balões; se os deixares ir, talvez nunca mais voltarão.

- Às vezes preocupamo-nos com quem está certo ou errado, e esquecemos o que é certo e errado.

- Apanham-se mais moscas com uma colher de mel do que com um barril de vinagre. S. Francisco de Sales

- Deus não é silencioso. Nós é que somso surdos. - P. Sertillanges

- O mais forte é aquele que sabe dominar-se num momento de cólera. - Maomé

- A falsa ciência cria os atreus; a verdadeira faz o homem protrar-se diante da divindade. - Voltaire

- Saudemos cada novo dia com alegria e esperança, porque ele nos chega como um presente de Deus. - S. Francisco de Sales

- A vida é uma ponte. Atravessa-a, mas não fixes nela a tua morada. - Santa Catarina de Sena

 

 

A língua e os dentes

O abade de um mosteiro estava à beira da morte. Um dos seus monges, que lhe tinha grande devoção, sentado à beira do seu leito, questionava o mestre: – "Terá o senhor algum segredo de santidade e vida para me ensinar?"
O abade, com dificuldade e a sua costumeira sinceridade, abriu a boca e ordenou que o jovem monge olhasse lá dentro. O monge achou que o abade estava a variar. “Coitado”, pensou, “deve estar surdo ou não compreende o sentido das palavras”.
Então, repetiu, falando alto e ao ouvido do mestre:

– "Eu disse se o senhor tem algum segredo de santidade e vida para me ensinar?"
– "Filho – respondeu o agonizante –, estou a pedir-te para que olhes para dentro da minha boca" – e abriu a bocarra para o pobre monge.
– "O que vês aí dentro, meu filho?" – "Não vejo nada, mestre!"
– "Tens a certeza, filho?"
– "Olha com mais atenção, filho. Não vês a minha língua?"
– "Ah, sim, vejo a sua língua..." – "E que mais?" – "Não vejo mais nada."
– "Tens a certeza? E os meus dentes, consegues vê-los?"
“Coitado!”, pensou o monge..., “está mesmo a delirar.”
– "Mestre, já há muitos anos que o senhor não tem dentes..."
– "Então, filho, presta atenção a este ensinamento: a língua é feita de carne e músculos, aliás músculos muito frágeis. Os dentes são estruturas mineralizadas, muito fortes, mas acabam e caem primeiro, porque são duros. A língua é mole e flexível. Ela aprende a adaptar-se... mas é firme naquilo que necessita. Assim também, meu filho, a pessoa que tem o coração duro, diante dos problemas da vida, é a primeira a cair. Aprende a ser flexível diante de Deus. Ele quer dar-te um coração de carne, e não um coração de pedra, mineralizado como os dentes..."

 

- Sabes querida, quando tu falas, faz-me lembrar o mar.
- Puxa, amor... Não sabia que te impressiono tanto!
- Não é que me impressiones...É que enjoa!!!


- Ando muito confuso. Não sei se deva rir, se chorar…
- Mas que se passa contigo?
- Como sabes tenho um irmão gémeo que sempre me tem dado grandes desgostos! Na escola ele portava-se mal e eu é que era castigado. Depois, na vida comercial, não pagava a ninguém e eu é que respondia pelas suas dívidas no tribunal. Mais tarde roubou o patrão e eu é que fui preso. Pois ontem, um de nós os dois morreu e eu estou confundido e cheio de medo: qual de nós dois vai a enterrar?...


- Adão e Eva colhiam maçãs no Paraíso, e Eva pergunta:
Adão, tu amas-me?
  E o Adão, resmungando: E eu tenho lá outra escolha?


- No final do culto, o pastor anunciou que no culto seguinte falaria sobre o pecado da mentira. E acrescentou:
- Em preparação do assunto, peço que todos leiam o capítulo 17 do evangelho de Marcos.
No início do culto seguinte o pastor perguntou:
- Aqueles que não leram a leitura programada, levantem o braço.
Parte da assembleia levantou o braço.
- Agora peço que se levantem os que leram Marcos 17. Metade da assembleia levantou-se. O pastor então rematou:
- Agora estamos prontos para falar sobre a mentira, pois o Evangelho de Marcos só tem 16 capítulos…


Meio por meio
- Primeiro pastor: quantos membros há na sua congregação?
- Segundo pastor: oitenta.
- Primeiro pastor: todos eles são activos?
- Segundo pastor: todos. Quarenta são activos em meu favor, e quarenta são activos contra mim.


Mais água!
Pronto para baptizar o menino, o pastor pergunta aos pais:
- Qual é o nome da criança que será baptizada?
Orgulhosamente a mãe responde:
- Marco António Randolfo Cristóvão Filipe de Lima e Silva Von Ostemberger Cardoso Júnior.
O pastor, perplexo, volta-se para o sacristão e diz:
- Traz mais um pouco de água, por favor!


- Certo pastor de idade avançada foi convidado para pregar numa igreja. Aceitou o desafio, e escolheu a passagem bíblica em que Jesus visita a cidade de Jericó, cura um cego e, em seguida, pede para visitar a casa de Zaqueu.
Chegada a hora, com a igreja cheia, à medida que avança na exposição da história, o pastor comete um erro: "Jesus ia caminhando para dentro da cidade, quando um homem de baixa estatura chamado Nicodemos apressadamente sobe a uma árvore p/ ver a passagem do Messias.
Após repetir insistentemente o nome errado ao longo da pregação, o pastor enfim é salvo pelo sacristão que lhe sussurra ao ouvido o nome do personagem que de facto é citado na Bíblia: Zaqueu, o publicano.
Aturdido, mas não derrotado, o velho pastor imediatamente encontra uma saída. "Meus irmãos, mesmo estando Jesus no meio da turba, o Mestre conseguiu avistar aquele homem entre as folhagens da árvore, e imediatamente ordenou em alta voz: Nicodemos, desce já daí, esse lugar é de Zaqueu!".

- O filho fez 18 anos. O pai negocia com ele:
- Vou fazer um contrato contigo: Passas no exame, cortas o cabelo e compro-te um carro.
No fim do ano o filho passa no exame e procura o pai:
- Filho, estou orgulhoso de ti, passaste... Só não cortaste o cabelo!
- Sabe, pai, cabelos compridos, também Noé e Cristo tinham cabelos compridos. - Está certo, meu filho. Só que eles também andavam a pé!!!

- Um papagaio foi treinado para pregar numa igreja pentecostal. No domingo o salão estava cheio para ver o novo pregador.
Intimidado pelo público, o louro ficou calado no púlpito arrastando o bico de um lado para o outro, até que o treinador disse:
- Prega papagaio, senão tiro-te todas as tuas penas e junto-te às galinhas.
O papagaio olha para o público, levanta uma asa e diz:
- Irmãos!!! Vamos rezar porque o inimigo já começou a manifestar-se...

O professor:
- Vou fazer duas perguntas. Quem responder à primeira já não tem que responder à segunda. Quantos pêlos tem o cavalo na cauda?
- Tem 3.127 – respondeu de imediato um aluno esperto.
- Como sabes isso?
- Desculpe, mas a essa pergunta já não tenho obrigação de responder.

O professor explicava:
“anónimo” é uma pessoa que não quer ser conhecida. Nisto, ouvindo vozes, pergunta:
- Quem está para aí a falar?
Alguém, do meio da sala, respondeu:
 - É um anónimo.

- Sempre que comeres arroz,
guarda um grão. Quando tiveres 9.999.999 anos, não vais passar fome.

- Em caso de dor de dentes,
dá uma martelada no dedo. Vai doer tanto que esquecerás a dor de dentes.

- FOGÃO:
chama-se assim porque a primeira cozinheira do mundo não estando acostumada com o mesmo, exclamou:
- "Meu Deus, que fogo enorme", atirando-lhe uma panela de água em cima. Ficou conhecida como a mulher do fogão e o nome pegou.

 

 

Um Presidente de Câmara
queria construir uma ponte e abriu um concurso público. Concorreram três empreiteiros: Um espanhol, um americano e um português:

Proposta do espanhol: 3 milhões de euros.
- 1 milhão pela mão-de-obra;
- 1 milhão pelo material;
- 1 milhão para lucro.

Proposta do americano: 6 milhões de euros:
- 2 milhões pela mão-de-obra;
- 2 milhões pelo material;
- 2 milhões para lucro, mas o serviço é de primeira.

Proposta do Português: 9 milhões de euros:
-"Nove milhões?", admirou-se o Presidente de Câmara. "É demais! Porquê tanto?"
Respondeu o empreiteiro português: "É simples":
- 3 milhões para mim;
- 3 milhões para si;
- 3 milhões para o espanhol fazer a obra...

 

 

Biologia

"A respiração anaeróbia é a respiração sem ar q não deve passar de três minutos."

"As plantas distinguem-se dos animais por só respirarem à noite."

"Os crustáceos fora de água respiram como podem."

"Quando um animal irracional não tem água para beber, só sobrevive se for empalhado." 

"O coração é o único órgão q não deixa de funcionar 24 horas por dia."

"Os ruminantes distinguem-se dos outros animais porque o que comem, comem duas vezes."

"O Sol dá-nos luz, calor e turistas."

"A principal função da raiz é enterrar-se."

"O vento é uma imensa quantidade de ar."


 

História

"Na Grécia a democracia funcionava muito bem porque os que não estavam de acordo envenenavam-se."

"A arquitectura gótica notabilizou-se por fazer edifícios verticais."

"A harpa é uma asa que toca."

"Péricles foi o principal ditador da democracia Grega."

"Os Egípcios antigos desenvolveram a arte funerária para que os mortos pudessem viver melhor."


Geografia
"O petróleo apareceu há muitos séculos, numa época em que os peixes
se afogavam dentro de água."

"O problema fundamental do terceiro mundo é a superabundância de necessidades."


Geologia

"Terramoto é um pequeno movimento de terras não cultivadas."

 

 

Química

"Lavoisier foi guilhotinado por ter inventado o oxigénio."


- Um padre com pouca formação bíblica e litúrgica, foi convidado a ir pregar o sermão da festa da sua terra. O pai era o mordomo.
O padre perguntou: mas que festa é? Que santo (a)?
- É a Epifania, bem sabes, os Reis Magos…
O padre lá foi e começou assim o sermão: Caros companheiros e conterrâneos, hoje é o dia da grande festa. Grande festa porque o mordomo é o meu pai. Hoje é o grande sermão, grande porque sou eu que o faço. Hoje é o dia de santa epifânia, que foi virgem e mártir. Foi virgem porque foi mãe dos 3 Reis Magos, e foi mártir porque no missal vem escrita a vermelho.


- Uma Irmã religiosa estava no fim da vida. A superiora chamou o médico para dar o seu parecer. O médico veio, foi visitá-la à cela e ao sair disse à madre superiora: a Irmã está mesmo no fim, devem ir falar com ela e pô-la a par da situação, digam-lhe que a morte dela se aproxima.
A superiora ficou atrapalhada e foi à capela pedir ao Espírito Santo luzes. E veio-lhe um lindo pensamento, que até é bíblico. E foi logo ter com a Irmã doente. Irmã, trago-lhe um convite do Pai Eterno para ir tomar parte no banquete celeste onde se comem pratos suculentos, não falta nada…
- Olhe, Madre, a esse banquete vá você, que eu com esta doença perdi o apetite.


- Um casal vai de avião pela primeira vez.
Entram e sentam-se. Ela olha pela janela e diz, cheia de sabedoria:
olha, amor, as pessoas parecem formigas.
E ele, muito envergonhado: cala-te, filha, são mesmo formigas, não vês que ainda estamos em terra?!


- Aluno que faltou às aulas.
O professor telefonou para ver o que se passava.
- Está lá?!
– Sim, está.
– Quem fala?
–  E ele, modificando a voz, disse: Daqui fala o meu pai…


Lição de catequese:
- Mamã, a catequista disse que nós somos templos de Deus!
- Sim, filho, por isso devemos respeitar sempre o nosso corpo.
No dia seguinte o garoto faz uma traquinice e a mãe pega na vassoura para lhe bater.
- Mamã, não bata, eu sou templo de Deus!
- Deixa lá, eu só bato na sacristia!


No comboio
Um sacerdote entra num comboio, escolhe um lugar e começa a rezar no seu Breviário. Passa o revisor. Sem interromper a reza, o sacerdote apresenta-lhe o que julga ser o seu bilhete.
- Cá por mim, tudo bem, diz o revisor. O pior é se vem o fiscal.
O sacerdote, distraído, tinha-lhe entregado uma estampa representando Cristo na Cruz, com esta legenda: “Cristo pagou por nós”.


Férias de cão
Um cão vai de férias para o Algarve. Quando lá chegou encontra um gato e, dirigindo-se a ele, diz-lhe: Au, au!...
E o gato: - Au, au!...
Pergunta o cão: - Au, au!... Mas tu não devias fazer “Miau, miau”?!
Responde o gato: - Sabes?! Aqui no Algarve, quem não sabe mais que uma língua está tramado!...

 

 

 

SEIS PERGUNTAS SIMPLES E COM RESPOSTA CERTA NO FINAL

1ª Pergunta: QUANTO TEMPO DUROU A GUERRA DOS 100 ANOS?
A ) 116
B ) 120
C ) 100
D ) 150

2ª Pergunta: EM QUE PAÍS É FABRICADO O CHAPÉU PANAMÁ?
A ) NO BRASIL
B ) NO CHILE
C ) NO PANAMÁ
D ) NO EQUADOR

3ª Pergunta: EM QUE MÊS OS RUSSOS CELEBRAM A REVOLUÇÃO DE OUTUBRO?
A ) JANEIRO
B ) SETEMBRO
C ) OUTUBRO
D ) NOVEMBRO

4ª Pergunta: QUAL ERA O PRIMEIRO NOME DO REI GEORGE VI?
A ) EDER
B ) ALBERT
C ) GEORGE
D ) MANOEL

5ª Pergunta: AS ILHAS CANÁRIAS, NO OCEANO ATLÂNTICO, TÊM O SEU NOME TIRADO DE QUAL ANIMAL?
A ) CANÁRIO
B ) URUBU
C ) CACHORRO
D ) RATO

6ª Pergunta: QUANTO TEMPO DUROU A GUERRA DOS 30 ANOS?
A ) 25
B ) 30
C ) 31
D ) 29


CONFERE AQUI AS TUAS RESPOSTAS:

1ª A GUERRA DOS 100 ANOS DUROU 116 ANOS. DE 1337 A 1453.
2ª O CHAPÉU PANAMÁ É FABRICADO NO EQUADOR.
3ª A REVOLUÇÃO DE OUTUBRO É COMEMORADA EM NOVEMBRO.
4ª O PRIMEIRO NOME DO REI GEORGE VI ERA "ALBERT". EM 1936 ELE ATENDEU A UM DESEJO DA RAINHA VITÓRIA, DE QUE NENHUM OUTRO REI SE CHAMARIA ALBERT E MUDOU DE NOME.
5ª AS ILHAS CANÁRIAS TEM SEU NOME TIRADO DO CACHORRO. O NOME LATINO É "INSULARIA CANARIA", QUE EM LATIM SIGNIFICA ILHA DOS CACHORROS.
6ª ESTA GUERRA SIM, DUROU 30 ANOS. DE 1618 A 1648.


Dois carteiristas falavam de negócios:
- Onde arranjaste esse relógio?
- Era do meu primo.
- Qual primo?
- Não sei. Encontrei o relógio e na tampa dizia: “Recordação do meu primo Vilarinho”.


- Ó pai, compra-me um tambor…anda lá!
- Só se eu fosse maluco! Não ia ter mais sossego!
- Ó pai, eu prometo que só toco quando estiveres a dormir!


 

Alegria no trabalho!!!

  1.. O Sr. quer que eu tire o chispe? (Seria o chip?)
  2.. Porque é que sem o cartão dentro do telemóvel não tenho acesso a nada.
  3.. O período de validade do meu cartão acabou hoje. Qual é a vantagem que isto tem?
 4.. Devo aguardar cinco dias úteis para a frente ou para trás?
  5.. Eu gostaria de saber se este número de telefone tem telefone. (???!!!)
6. Menina, queria que o meu número não aparecesse nos retrovisores dos outros telemóveis...
  7.. Fiz uma chamada para outra pessoa e tiraram-me dinheiro do telemóvel. Mas então sou eu que pago? 
  8. Queria saber se o meu número está conferencial ou não...
9. Cliente: Queria trocar o meu telemóvel de carregamento multibanco por um daqueles sem cartão...
Assistente: Todos os telemóveis funcionam com cartão, só que uns são recarregáveis e outros não.
 Cliente: Pois eu quero um daqueles que não se paga. A minha mãe tem um e não precisa de pagar para fazer chamadas.
  10.. Cliente: Que quer dizer isto... chamadas de emergência?
Assistente: Significa que o telemóvel da senhora não tem rede neste momento e só pode fazer chamadas de emergência.
Cliente: Ai, que alívio! Pensei que era para ligar para o Hospital. Estava aflita a pensar quem é que estaria nas emergências.
  11.. Assistente: Qual é o número de contribuinte?
Cliente: O meu ou o do telemóvel?
  12.. Cliente: Estou aqui com um problema no meu telemóvel...
Assistente: Qual é exactamente a situação?
Cliente: É que agora não me lembro do ping e o que é pior é que perdi o pum...
  13.. Cliente: Estou a ligar para um número e dizem-me que não está atribuído...

Assistente: Qual é o número que a senhora está a tentar ligar?
Cliente: Isso não posso dizer, porque é um número confidencial.

 

 

 

PROVÉRBIOS

1 – Mais vale só do que mal acompanhado.

2 – Tantas vezes vai o cântaro à fonte, que algum dia deixa lá a asa.

3 – Candeia que vai à frente alumia duas vezes.

4 – Não faças aos outros o que não queres que te façam.

5 – Vale mais um pássaro na mão do que dois a voar.

6 – Não faças mal ao teu vizinho, que o teu vem a caminho.

7 – Vilão servido, vilão fugido.

8 – Gato escaldado, de água fria tem medo.

9 – A quem tarde se levanta, cedo anoitece.

10 – A palavras loucas, orelhas moucas.

11 – Os verdadeiros amigos conhecem-se nas necessidades.

12 – Trabalho mal feito, é trabalho dobrado.

13 – Nem só de pão vive o homem.

14 – Como semeares, assim colherás.

15 – O pouco com Deus é muito, o muito sem Deus é nada.

16 – Tudo vale a pena, quando a alma não é pequena.

17 – Devagar se vai ao longe.

18 – Mais vale quem Deus ajuda, do que quem muito madruga.

19 – Grão a grão, enche a galinha o papo.

20 – Deitar cedo e cedo erguer, dá saúde e faz crescer.

21 - A boca do ambicioso só se fecha com terra da sepultura.
22 - A boda e a baptizado não vás sem ser convidado.
23 - A conselho amigo, não feches o postigo.
24 - A culpa morreu solteira.
25 - A fome é a melhor cozinheira.
26 - A galinha da vizinha é sempre melhor que a minha.
27 - A ociosidade é mãe de todos os vícios.
28 - A palavra é de prata e o silêncio é de ouro.
29 - A pressa é inimiga da perfeição.
30 - A primeira, qualquer cai. À segunda cai quem quer.
31 - A rir se corrigem os costumes.
32 - A roupa suja lava-se em casa.
33 - A união faz a força.
34 - A verdade é como o azeite: Vem sempre ao de cima.
35 - Água mole em pedra dura, tanto dá até que fura.
36 - Águas passadas não movem Moinhos.
37 - Amigo disfarçado, inimigo dobrado.
38 - Amigo verdadeiro vale mais do que dinheiro.
39 - Amigo, vinho e azeite o mais antigo.
40 - Amigos, amigos, negócios à parte.
41 - Amor com amor se paga.
42 - Amor de pais não há jamais.
43 - Ande o frio por onde andar, no Natal cá vem parar.
44 - Ande por onde andar o Verão, há-de vir no S. João.
45 - Ano de nevão, ano de pão.
46 - Ano de neve, paga o que deve.
47 - Antes mau ano que mau vizinho.
48 – Antes que te cases, vê o que fazes.
49 - Antes quebrar que torcer.
50 - Ao menino e ao borracho põe Deus a mão por baixo.
51 - As aparências iludem.
52 - Atrás de mim virá, quem de mim bem dirá.

 

 

SABIAS QUE...

 

 

1 – O maior edifício do mundo, em altura, é o Empire State, na América. Possui 102 andares e 25 mil escritórios. Foi construído em apenas 20 meses. Mede 410 metros de altura. Foram usados 10 milhões de tijolos. Tem 66 elevadores.


2 -  As unhas crescem mais rapidamente na mão direita do que na esquerda. Numa pessoa em bom estado de saúde crescem à razão de um quarto de centímetro por semana, e crescem mais depressa no Verão do que no Invemo. As unhas das crianças crescem com mais rapidez do que as das pessoas adultas.


3 – O homem tem, em média, 50 mil pêlos na cara.


4 – O Brasil é o país com os mais extravagantes nomes próprios. Por exemplo:


José Casou de Calças Curtas.
Um Dois Três De Oliveira Quatro
Loura Preta Neves
António Lopes Catorze Voltas
Joaquim Quim Quim de São Joaquim

 

 

ABSOLVIDO...

No tribunal apareceu um cavalheiro acusado de ter esbofeteado uma senhora no carro eléctrico.

- Qual o motivo que o levou a cometer este acto?
- Senhor Juiz, eu vinha muito sossegado a ler mas quando entrou aquela senhora fez tantas e tais que não pude conter-me.
- Diga lá...
- Ela subiu para o carro, avançou para a frente do carro e sentou-se a meu lado empurrando-me com indelicadeza. Abriu a carteira, tirou o porta-moedas, fechou a carteira, abriu o porta-moedas, tirou um euro, fechou o porta-moedas, abriu a carteira, tirou um lencinho, fechou a carteira, enfiou no braço a carteira e pousou o porta-moedas. Notando que o condutor voltava para o fundo do carro a atender, numa paragem, pegou na carteira e no porta-moedas, abriu o porta-moedas, tomou a pôr dentro dele o euro, fechou o porta-moedas, abriu a carteira, meteu dentro dela o porta-moedas e fechou a carteira. Nesse momento o condutor aproximou-se. A senhora então, abriu a carteira, tirou o porta-moedas. fechou a carteira, abriu o porta-moedas, tirou um euro, fechou o porta-moedas, meteu-o na carteira, fechou a carteira e entregou um euro ao condutor. O condutor cortou um bilhete de 25 cêntimos, dizendo logo que não tinha troco. Ela então abriu a carteira, tirou o porta-moedas, tirou 50 cêntimos, fechou o porta-moedas, abriu a carteira, guardou o porta-moedas, fechou a carteira e deu ao condutor os 50 cêntimos. Ele então deu-lhe o bilhete e o troco. E ela abriu a carteira, tirou o porta-moedas, fechou a carteira, abriu o porta-moedas, guardou o troco, fechou o porta-moedas, abriu a carteira...
- Basta! - gritou o Juiz. Com seiscentas pipas! Você põe-nos todos doidos com essa história!
- Ai sim?! Pois foi isso mesmo que me sucedeu a mim... Não me contive e dei-lhe um par de bofetões…
- Então está absolvido.

 


AS FORMIGAS

As formigas são, embora não pareçam, prodigiosos atletas.
Quem diria que esses minúsculos insectos tratam do seu jardim com todo o cuidado?
Já imaginam que elas criam os seus animais domésticos, fazem a sua colheita com um cuidado único?
O que talvez vos pareça mais estranho ainda é que elas têm vacas, que guardam e ordenham, construindo não raro autênticas vacarias para recolherem o seu gado leiteiro.
Por isso as formigas nos  merecem, se não respeito, pelo menos admiração. Importa que nos debrucemos sobre elas em cuidadosa observação a fim de melhor as compreendermos.
Um dia, conta G. Battista, eu apostei com um vizinho camponês de que era capaz de deixar alguns alimentos no campo e que as formigas não lhe tocariam. E eis que, num domingo pela tarde, coloquei no pavimento da cozinha uma grande escudela de madeira. Enchi-a de água e coloquei mesmo no centro um cavaco de lenha tão comprido quanto possível e em cima pus uma tigela com três pedaços de doce de chocoiate, e em volta espalhei uma boa porção de isco para trair as formigas. Depois de tudo pronto, fiquei-me a admirar a perfeição da minha obra, na certeza de que não haveria formiga que conseguisse chegar ao chocolat. Tinha a certeza de que no sábado seguinte encontraria o banquete preparado para tentação das formigas, intacto. Confesso, porém, que me enganei, perdendo a aposta. Seis dias volvidos, regressei cheio de curiosidade, mas, com enorme espanto meu, encontrei os bombons de chocolate literalmente cobertos de formigas.
Como conseguiram elas assaltar a ‘fortaleza’?
Muito simplesmente: avançaram em filas cerradas até junto do isco. Uma grande multidão delas ficou colada, presa aí, as retantes passaram sobre elas. E a primeira trincheira foi vencida sem dificuldade de maior.
As formigas, como se sabe, têm horror à àgua, mas estas tiveram a coragem de consruir uma ponte ligando a borda da escudela à táboa onde se encontrava o banquete. Como? Para tanto reuniram uma multidão enorme de pedacinhos de erva e pequenas cascas, juntando tudo com a sua saliva, estabelecendo assim, com esta ponte genial, a 1igação com a ilha do tesouro.
Mas as outras - o batalhão das paraquedistas - recorreram a um estratagema que nunca me tinha passado pela cabeça: subiram ao tecto, mediram bem a posição e depois, muito simplesmente, deixaram-se cair sobre a ilha!
Desde aquele dia ganhei uma enorme admiração por estas pequenas criaturas de Deus.
Poucos insectos gostam tanto do sol como as formigas, não recuam diante de nenhum obtáculo para abrirem uma passagem aos raios solares durante a estio. Ei-las numa azáfama enorme, nervosas, incansáveis, ceifando as ervas dos seus domínios, que impedem o sol de neles penetrar. As mandíbulas fazem de serras afiadas, diante das quais tudo tomba. Quando as serras no conseguem realizar o corte elas não desanimam: as plantas mais grossas morrerão a poder de injecções de ácido fórmico,
O Prof. Lafleux conta a maneira como as formigas assaltam os nosss piqueniques. Viu-as escalar uma folha cuja sombra se projectava exactamete sobre um cesto a que não conseguiam chegar. Uma vez na posição desejada, as formigas juntaram-se sobre a folha, enquanto outras cortavam o pé. Desta forma, uma grande colónia de invasores aterrou suavemente sobre as sanduiches tão cobiçadas.
Em comparação com o seu tamanho, as formigas são dos atletas mais valentes do mundo. Podem arrastar quatrocentas vezes o seu peso. Va1entes! Em teoria, uma formiga de cem quilos poderia levantar uma carga de quarenta toneladas. Felizmente as formigas raramente pesam mais do que um grama.
As mais extraordinárias são porventura as guarda-sol, as quais numa única excursão são capazes de despojar uma árvore de todas as folhas que transportam em cima da cabeça à guisa de sombrinha. O mais curioso é que tais formigas ladras e devastadoras não comem o fruto do seu roubo. Utilizam as folhas como adubo para os seus extraordinários jardins subterrâneos. Para prepararem o adubo, os insectos detêm-se por largo tempo a mastigar as folhas até acumularem o estrume preciso para os cogumelos que cultivam, seu único alimento.
A tribo das guarda-sol compreende minúsculos jardineiros, operárias, um pouco mais fortes, às quais pertence escavar as numerosas e longas galerias, e ainda formigas de estatura média, cujas mandíbulas muito desenvolvidas servem de escavadoras, podendo também realizar missões de defesa. São soldados muito robustos e couraçados por natureza.
A rainha do formigueiro, cem vezes maior que as jardineiras, é servida continuamente por milhares de criadas.
Um dia tentei uma experiência para ver até onde chegava o instinto das vulgares formigas pretas. Marchavam tranquilamente sobre una corda que ligava uma acacia a uma parede. Pintei cuidadosamente  um dos extremos com uma cola que tinha a particularidade de não secar ao ar, numa largura de 15 centímetros. No dia seguinte encontrei as minhas formigas a caminhar tranquilamente sobre a corda em todos os sentidos, com excepção só de uma, certamente a primeira que se aventurou sobre a corda, na qual ficou presa. Mas depois reuniram conselho, decidindo lançar uma ponte sobre a cola, ponte feita de pequenas areias.
Um entomologista inglês, R. G. Hirgston, realizou em certo dia uma experiência apaixonante. Cortou o corpo dum gafanhoto em três pedaços, sendo o segundo o dobro do primeiro, e o terceiro duas vezes maior que o segundo. Colocou os três pedaços num lugar onde tinha a certeza de que as formigas o descobririam. Com efeito, apenas uma fez a descoberta, apressou-se procurar reforços. Minutos mais tarde, o sábio contou as formigas que tinham vindo: 28 no pedaço mais pequeno; 44 no pedaço intermédio; 89 no maior, isto é, o dobro em cada, de acordo com as dimensões.