Mensagem


Abri as portas ao Redentor

João Paulo II

 
Início seta Histórias lindas seta Os ensinamentos do avô
Os ensinamentos do avô Imprimir e-mail

   OS ENSINAMENTOS DO AVÔ

 

Certo dia, um simpático e sábio avô estava a conversar com os netos à beira de um rio. Na outra margem, havia uma família a fazer um piquenique. De repente, os membros daquela família começaram a discutir, gritando uns com os outros. O avô sábio virou-se para os netos e perguntou:

– Por que é que aquelas pessoas gritam umas com as outras tão zangadas? Os netos pensaram um pouco.

Um deles disse:

– Porque, quando perdemos a calma, sempre gritamos.

O avô respondeu-lhe:

– Mas por quê gritar, se a outra pessoa está ali, ao seu lado? A pessoa poderia dizer o que tem a dizer de forma suave!

Cada neto tentava dar as suas respostas, mas nenhuma satisfazia os outros.

Finalmente, o sábio avô explicou:

– Quando duas pessoas estão zangadas uma com a outra, os seus corações distanciam-se. Para cobrir essa distância, elas têm que gritar, para que uma consiga ouvir a outra. Quanto mais zangadas elas estiverem, mais for-te elas gritam para cobrir essa distância.

E complementou:

– Mas o que acontece quando duas pessoas estão apaixonadas? Elas não gritam uma com a outra! Elas falam baixinho, porque os seus corações estão próximos! A distância entre elas é muito pequena. E à medida que elas se amam ainda mais intensamente, o que acontece? Elas não falam, apenas sussurram! E vão ficando ainda mais próximas uma da outra. Chega um ponto em que elas não precisam sequer sussurrar: basta apenas olharem-se.

O sábio avô propôs então aos netos:

– Quando vocês discutirem, não deixem que o vosso coração se afaste. Não digam palavras que vos distanciem uns dos outros. Pode chegar um dia em que a distância seja tão grande que vocês já não mais consigam encontrar o caminho do reencontro.

 

(Adaptação: Madalena Palma)

 

Webdesign Contabilidade Porto Porto Apartments