Mensagem

Basta-me saber que sois jovens para eu vos amar

São João Bosco

 
Início seta Curiosidades seta Por que é que soluçamos?
Por que é que soluçamos? Imprimir e-mail

Por que é que soluçamos?

 

 Soluço é a contração involuntária do músculo do diafragma, responsável pela respiração.

 

O soluço geralmente é causado por uma irritação no nervo frénico, responsável por ativar o diafragma devido a um aumento do volume do estômago.

 E não é lenda a história de que um susto pode curar o "soluçante", pois libera adrenalina e ativa o nervo frénico. Outra saída é a água gelada, que provoca o mesmo efeito.

 

O meu pé adormeceu!

 

Isto acontece porque a compressão do fluxo sanguíneo (ao cruzar as pernas, por exemplo) interrompe o tráfego de impulsos nervosos.

 

Ao restabelecer o fluxo, acontece uma espécie de "curto-circuito" nos impulsos eléctricos dos nervos, daí a sensação de formigueiro".

 

Há até um problema conhecido como "paralisia dos amantes".

 

O casal dorme junto e um deles fica em cima do braço do outro.

 

O fluxo sanguíneo pode ficar interrompido durante horas, comprometendo por meses ou até para sempre o músculo do braço".

 

A saída para o formigueiro restabelecer o fluxo sanguíneo, movimentando o músculo.

 Dependendo do caso, é necessário fazer fisioterapia.

 

 

 Por que tenho vontade de fazer "xixi", quando entro na piscina?

 Ao entrar na água, a pressão externa sobre o corpo aumenta.

"Os líquidos componentes do plasma que estão fora dos vasos são "empurrados" para dentro deles", com o aumento do volume de sangue nos vasos - chamado volemia - vem a vontade de urinar.

É como beber água.

Por falar em água, é verdade que torneira aberta e chuveiro, despertam a vontade.

"É psicológico, chamamos de reflexo da micção".

 

 De onde vêm as cãibras?

 

Segundo o neurologista Acary Oliveira, da Unifesp, 95% da população já experimentou esse espasmo muscular, em geral na barriga da perna.

 

"Após intensa atividade física, acaba a energia e a musculatura contrai-se e não relaxa".

 

Para passar, o segredo é contrair o músculo oposto ao que está a doer, como fazem os jogadores de futebol.

 Se a cãibra for na barriga da perna, por exemplo, basta alongar os músculos da parte da frente, puxando a ponta do pé para cima, em direcção à canela.
 

Webdesign Contabilidade Porto Porto Apartments