Mensagem


Abri as portas ao Redentor

João Paulo II

 
Início seta Curiosidades seta A origem dos jogos olímpicos
A origem dos jogos olímpicos Imprimir e-mail

A ORIGEM DOS JOGOS OLÍMPICOS

A palavra olimpíada deriva de Olímpia, antiga cidade da Grécia, onde se celebravam os famosos jogos atléticos em honra de Zeus.
Quatro anos mediavam entre as celebrações consecutivas das Olimpíadas, a partir de 776 a. C., e estas transformaram-se na base da cronologia grega até 393 depois de Cristo, quando o culto pagão foi suprimido pelo imperador Teodósio 1 de Bizâncio.
Os gregos eram entusiastas dos desportos. Entre estas provas realizadas, únicas na História, devemos citar a do soldado ateniense que, depois de vitória de Maratona, decidida a favor dos gregos, correu sem descanso a Atenas para dar conta da boa nova, percorrendo 42,750 km. Mas ao chegar a Atenas, e depois de ter dado a fausta notícia, expirou exausto.
Na Grécia, os jogos atléticos constituíram os motivos máximos das suas festas públicas tendo sido organizados em Delfos, em Nemeia, em Corinto, etc.
Estas celebrações desportivas chamavam-se pentatio porque nelas se realizavam provas de cinco exercícios: corrida, salto, luta, lançamento do disco e da lança, dardo ou azagaia.
Cada uma destas festas dava ocasião a que se reunissem grandes multidões.
A Grécia contou com atletas muito célebres, como Héracles, Anteu, Mílon, etc.

Além dos exercícios desportivos existiam, durante os jogos, concursos para exaltar e premiar a honradez, o patriotismo e o valor, assim como concursos intelectuais: declamações, poesias, música, canto, narração de viagens e leituras.
Em Delfos, juntou-se aos jogos atléticos a celebração de concursos musicais e literários; mas os mais famosos foram os de Olímpia.
Durante a celebração destes jogos decretavam-se tréguas se existiam guerras.
Era proibida a assistência aos jogos às mulheres e aos escravos.
Foi tanta a importância das Olimpíadas que os factos mais notáveis do país contavam-se a partir da última olimpíada celebrada.
Em Roma celebraram-se à imitação dos jogos gregos, os jogos em honra de Apolo e de Diana; os capitolinos (em honra de Júpiter); os florais (nos princípios de Maio e em honra de Flora); os plebeus (em honra da retirada do povo para o monte Aventino); os circenses e os terentinos (em honra de Plutão e de Proserpina); os marciais (em honra de Marte), etc.

Os jogos olímpicos foram restaurados em 1896 pelo barão Pedro de Coubertin, celebrando-se a primeira olimpíada da nova Era Olímpica em Atenas.
Nela se efectuaram grande parte dos desportos existentes tomando parte atletas de catorze nações, disputando os campeonatos apenas desportistas amadores.
Para a celebração duma Olimpíada é preciso dispor dum estádio olímpico, muitos campos de desportos auxiliares e uma organização perfeitíssima.
Enquanto os jogos da antiguidade se realizaram harmoniosamente sem interrupção durante cerca de doze séculos, as olimpíadas modernas, celebradas numa época de suposto progresso e civilização, foram interrompidas três vezes - em 1916, 1941 e 1944 devido a guerras e problemas políticos.

 

Webdesign Contabilidade Porto Porto Apartments